Notícia

Oeste Notícias

Inauguração de cooperativa reúne autoridades

Publicado em 04 janeiro 2004

Foi inaugurada oficialmente no dia 12 de dezembro de 2003 a sede da Cooperativa de Trabalhadores de Produtos Recicláveis, situada no Distrito Industrial de Presidente Prudente. O evento contou com a presença de diversas autoridades de Presidente Prudente, representantes de escolas e outros segmentos da comunidade prudentina. Em uma área de 775 metros, a cooperativa recebe o apoio da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) de Presidente Prudente, da Universidade Estadual Paulista (-Unesp), da prefeitura de Presidente Prudente, da Companhia Prudentina de Desenvolvimento (Prudenco) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que recentemente aprovou o projeto denominado "Educação ambiental e o gerenciamento integrado dos resíduos sólidos em Presidente Prudente - SP: desenvolvimento de metodologias para coleta seletiva, beneficiamento do lixo e organização do trabalho", disponibilizando R$ 200 mil para serem usados em dois anos, com a aquisição de equipamentos, materiais de apoio, maquinários, computadores, entre outros. A participação da Unoeste fica por conta dos cursos de Medicina, Odontologia, Nutrição, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Comunicação Social e Turismo, além da empresa Facic Júnior, de Administração e Ciências Contábeis, que trabalham no gerenciamento. Segundo o presidente da Cooperativa, Osvaldo Marcelo, o início dos trabalhos servirá como incentivo para outros locais que trabalham com esses materiais. "Esse trabalho foi muito bom, porque as diversas parcerias acreditaram que algo poderia ser feito. Unhamos em média 80 pessoas trabalhando nos 'garimpos' e hoje contamos com a presença de 28 pessoas que acreditaram na Cooperativa. Temos consciência de que é um serviço digno, sendo um projeto excelente para a população de Presidente Prudente e região do Oeste Paulista". Para a trabalhadora da Cooperativa, Maria de Fátima Rodrigues Xavier, a motivação é algo que influiu bastante na permanência dos trabalhadores na Cooperativa. "Os trabalhos já haviam começado há um ano e hoje com o barracão todos estão mais motivados e gostando muito. É de grande importância trabalhar em um lugar mais digno". Ainda estiveram presentes na abertura do evento o representante do prefeito Agri-pino Lima, o secretário municipal de Obras e chefe de Gabinete, Milton Carlos de Melo; o vice-diretor da Unesp de Prudente, João Fernando Custódio da Silva; e o presidente da Prudenco, Carlos Roberto Biancardi; o presidente da Cooperativa de Produtos Recicláveis de Prudente, Osvaldo Marcelo; o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Serviço, Asseio e Conservação, Limpeza Urbana, Ambiental e Áreas Verdes (Fenascom), Roberto Santiago; a representante da Unoeste, Alba Arana; o superintendente de Negócios da Caixa Econômica Federal, Emerson Paulo; e o secretário municipal de Meio Ambiente, Ademar Rinaldi, entre outros. Para a representante da Unoeste no evento, Alba Arana, a experiência dos alunos no projeto traz muitos benefícios. "A Unoeste entrou como parceira desse projeto, que é uma iniciativa maravilhosa sobre a coleta seletiva do lixo em Presidente Prudente, servindo de exemplo para a própria região. A Unoeste participou com vários cursos inseridos nos projetos de pesquisa e extensão, servindo como experiência aos alunos", comentou Alba. No projeto, a Unesp participa com o departamento de geografia e planejamento (química, física, biologia) e do curso de engenharia ambiental. Para o professor da Unesp, António César Leal, o momento é histórico é muito importante, porque representa a mobilização de muitas pessoas, instituições e, principalmente, as pessoas que vivem do trabalho ligado ao material reciclável. "Estamos muito contentes com isso e temos certeza de que a partir de agora começa o trabalho que todos nós queremos. É uma cooperativa forte e esperamos que o seu funcionamento ajude a reorganizar os trabalhadores que vivem da catação dos materiais, pois eles ficaram há mais de um ano lutando para conseguir o ' barracão e o maquinário com um esforço imenso. Obtiveram assim uma grande evolução, além de conseguirem o apoio da prefeitura". Segundo o diretor da Faculdade de Ciências Jurídicas, Administrativas e Contábeis da Unoeste, Mauro César Martins de Souza, a inclusão social é o principal trabalho dos cursos de Direito, Administração e Ciências Contábeis em relação ao projeto. "Estamos muito satisfeitos com o trabalho que vem sendo desenvolvido."