Notícia

Portal Exame

Inatividade física na quarentena pode elevar estatísticas de mortes

Publicado em 10 dezembro 2020

Por André Julião, da Agência FAPESP
Ainda que ajude a controlar a propagação do novo coronavírus, o isolamento social pode induzir comportamentos prejudiciais à saúde, como ingerir alimentos de pior qualidade, passar mais tempo sentado em frente às telas e movimentar-se menos ao longo do dia. Especialistas estimam que a redução no nível de atividade física observada nos primeiros meses de quarentena pode gerar um aumento anual de mais 11,1 milhões de novos casos de diabetes tipo 2 e resultar em mais 1,7 [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.