Notícia

MundoGeo

Imagens de Satélite e Sensoriamento Remoto

Publicado em 24 fevereiro 2010

Novas técnicas de mineração de dados apoiam pesquisas em mudanças climáticas com ênfase em agrometeorologia

Um dos principais desafios das pesquisas em meteorologia é a enorme quantidade de dados envolvida. Por conta disso, uma equipe do Departamento de Ciências de Computação do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos (SP), pretende aperfeiçoar as ferramentas atuais utilizadas na área por meio de técnicas de mineração de dados.

O "AgroDataMine - Desenvolvimento de métodos e técnicas de mineração de dados para apoiar pesquisas em mudanças climáticas com ênfase em agrometeorologia", coordenado pela professora Agma Juci Machado Traina, foi selecionado em chamada e tem apoio do Instituto Microsoft Research-Fapesp de Pesquisas em Tecnologia da Informação. Iniciado em dezembro de 2009, o projeto deve ser concluído em novembro de 2011.

O grupo pretende direcionar os avanços obtidos pelo projeto em aplicações na agricultura, especialmente em culturas de café e da cana-de-açúcar. Para isso, a USP-São Carlos trabalhará com a Embrapa Informática Agropecuária, com o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Universidade Estadual de Campinas. Também participarão pesquisadores da Universidade Federal do ABC e da Universidade Federal de São Carlos.

Microsoft e Fapesp

O Instituto Microsoft Research-Fapesp de Pesquisas em TI é uma iniciativa para apoiar projetos em tecnologias de informação e comunicação propostos por pesquisadores associados a universidades e institutos de pesquisa no Estado de São Paulo.

O objetivo é formar uma rede de pesquisadores capazes de criar novos conhecimentos que contribuam para expandir as capacidades da tecnologia de computação para atender desafios sociais e econômicos de comunidades desfavorecidas, rurais e urbanas.

Fonte: Agência Fapesp