Notícia

Vitruvius

III Congresso Internacional de História Urbana

Publicado em 27 novembro 2012

A proposta de estudo organizada no livro Ciudad y vivienda en América Latina 1930-1960, do professor Dr. Carlos foi tomada como ponto de partida para o atual Congresso, considerando-se inclusive a possibilidade de ampliação dos estudos e discussões public

Os Congressos Internacionais de História Urbana

Os dois primeiros Congressos Internacionais de História Urbana foram organizados, o primeiro, pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp-Bauru, o segundo, pelo Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias da PUC-Campinas, respectivamente, em 2004 e 2009.

O Primeiro Congresso teve como tema “A circulação de idéias em Estética Urbana – Europa e América Latina. 1880-1930”. O evento constituiu-se num momento de estudos e reflexões sobre a história do urbanismo para marcar o centenário da morte de Camillo Sitte em 16/11/2003 e a publicação da revista Der Stadtebau em 1904. O Segundo Congresso teve como tema “Da construção do território ao planejamento das cidades: competências técnicas e saberes profissionais na Europa e nas Américas (1850-1930)”, e foi pensado como evento-síntese do Projeto Temático Fapesp “Saberes Eruditos e Técnicos na Configuração e Reconfiguração do espaço urbano - Estado de São Paulo: séculos XIX e XX”, coordenado pela Profa. Dra. Maria Stella Bresciani, do Centro Interdisciplinar de Estudos da Cidade – Ciec-Unicamp.

Este Terceiro Congresso Internacional – Tercer Congreso Internacional - é decorrente dos trabalhos coordenados pelo Prof. Dr. Carlos no livro Sambricio, Ciudad y vivienda en América Latina 1930-1960, publicado na Bienal de Arquitetura de Cádiz neste ano de 2012. Trabalho que envolveu pesquisadores de Universidades do Brasil, Cuba, Argentina, Chile, Venezuela, Colômbia e México, que elaboraram estudos sobre as cidades capitais e sobre habitação nestes respectivos países.

Os três temas centrais definidos para cada edição desses Congressos Internacionais constituem partes de uma temática mais abrangente, relacionada à investigação das formas de constituição dos campos disciplinares e saberes envolvidos nos estudos e interenções no urbano. Sua realização será também uma oportunidade para consolidação do projeto de pesquisa “Saberes eruditos e técnicos na formação e conformação das cidades no Brasil e América latina, nos séculos XIX, XX e XXI” OU “Interdisciplinaridade e transdisciplinaridade nos estudos de cidades contemporâneas no Brasil e na América hispânica”, em desenvolvimento no âmbito do Centro Interdisciplinar de Estudos da Cidade (Ciec-Ifch/Unicamp) e do Grupo de Pesquisa em História da Cidade e do Urbanismo (Gphuc-UnB/CNPq), tanto pela possibilidade de agregar os pesquisadores ibero-americanos convidados para o Congresso, que integrariam uma rede de pesquisa nos termos da proposta em elaboração, como pela oportunidade de se aprofundar as discussões acerca da constituição desses campos disciplinares, cuja abrangência extrapola qualquer fronteira nacional. Desde o tema da circulação das ideias, no primeiro congresso, em torno da obra de Camillo Sitte, a questão da interlocução entre os diferentes profissionais nas Américas e na Europa foi tomada como um aspecto fundamental para o estudo da configuração e das dinâmicas desses saberes em torno da cidade.

Cidade e Habitação na América Latina 1930-1960

A natureza egocêntrica da cultura arquitetônica europeia durante muito tempo ignorou o que estava acontecendo na América Latina: convencida de sua superioridade cultural se deu também que entre 1930 e 1960 houve em várias repúblicas latino-americanas, os regimes populistas, muitas vezes dirigidas por militares desenvolvendo políticas abertamente repressivas. Na Europa era implausível acreditar que poderiam realizar as políticas de habitação e planos urbanísticos para mudar as cidades coloniais. Mesmo pelos setores especializados a opção foi por ignorar essas políticas, reconhecendo apenas a qualidade de certas peças arquitetônicas.

Decorrente dos trabalhos de pesquisas publicados no livro, o Congresso também preservará perspectivas muito diferentes, mas entendimento que esses governos populistas tiveram sim política de habitação e política urbana: porque buscaram satisfazer os seus seguidores através da realização mais do que um trabalho singular, tanto através do incentivo à construção de moradias para a classe média emergente como assumindo e desenvolver as chamadas “unidades de vizinhança” com serviços e equipamentos que determinam o crescimento de suas cidades. Da mesma forma, propondo uma reflexão clara e verificável: embora as políticas desenvolvidas na Argentina, Chile, Brasil, Cuba, Venezuela, Colômbia e México não estavam relacionados entre si, o modo de enfrentar a construção de habitações para as preocupações da classe média - sobre celular ou a definição de edifícios altos – e a transformação da cidade foram semelhantes, sugerindo a necessidade de estudos comparativos, tais como os que foram publicados no livro, e que serão agora amplamente discutidos no III Congresso Internacional de História Urbana.

Programação (Novembro de 2013)

25/11

10h - 10h30 - Sessión Inaugural

10h30 – 12h - Conferência Inaugural
Prof. Dr. Carlos Sambricio – Etsam/UPM
“Ciudad y Vivienda em America Latina – 1930/1960

15h - 18h - Sessión de trabajos aprobados por el comité

18h - 18h30 - café

18h30 - 19h30 - debate

26/11

9h – 12h - Conferências Nacionais: Argentina / Chile

15h - 18h - Sessión de trabajos aprobados por el comité

18h - 18h30 - café

18h30 - 19h30 - debate

27/11

9h – 12h - Conferências Nacionais: Venezuala / México

15h - 18h - Sessión de trabajos aprobados por el comité

18h - 18h30 - café

18h30 - 19h30 - debate

28/11

9h – 12h- Conferências Nacionais: Colômbia / Cuba

15h -18h - Sessión de trabajos aprobados por el comité

29/11

9h – 10h30 - Conferências Nacionais: Brasil

10h30 - 12h30 - Sessión de trabajos aprobados por el comité

12h30 - 15h - comida

15h - 16h30 - Sessión de trabajos aprobados por el comité

16h30 - 17h30 - debate

17h30 - 18h - café

18h - 19h - Sessión de clausura – Conferência

30/11
visita Brasília

CronogramaPublicação da Primeira Chamada
21/11/2012

Submissão
até dia 19/07/2013

Divulgação dos Resultados
até dia 19/08/2013

1. Estrutura dos artigos / Estructura de los artículos

título do artigo (arial, maiúsculas, negrito, 14pts, centrlizado)
(Linha em Branco)
Autore(s)
Adina Mera1, Satrunino de Brito2, etc. (fonte Arial, 12pts, direita). Colocar apenas nomes sem títulos académicosProf., Dr., Eng., etc. Vinculação Institucional em nota de rodapé como exemplo abaixo.
1 Afiliação: centro de investigação e/ou universidade (fonte Arial, corpo 10, centrado), incluindo e-mail do(s) autor(es)
2 Afiliação: centro de investigação e/ou universidade (fonte Arial, corpo 10, centrado), incluindo e-mail do(s) autor(es)
(linha em branco)
(linha em branco)
(linha em branco)
Resumo/Resumén (Arial, 10pts, normal)
Pode ter uma extensão máxima de 10 linhas (entre 700 e 800 caracteres, contando os espaços) e tem de formar um único parágrafo. Deve ser escrito em Arial, 10pts, justificado, entrelinha de um espaço.
(linha em branco)
(linha em branco)
Palavras-chave/Palabras Clave (Arial, 10pts, normal)
(linha em branco)
(linha em branco)
(linha em branco)
Lista entre três e cinco palavras-chave, separada por vírgulas e escritas em Arial, 10pts, alinhado à esquerda, entrelinha de um espaço.
Desenvolvimento do artigo/Desarrollo del artículo – Subtítulos (Arial 12, negrito)
O corpo do artigo deve ser redigido com fonte Arial, 11pts, justificado, recuos de parágrafo de 1,5, entrelinha de um espaço. Margens “padrão” Normal (sup:2,5 / inf:2,5 / esq: 3,0 / dir: 3,0)
O artigo não deve ser maior do que 20 (vinte) páginas tamanho A4 incluindo figuras e/ou gráficos, bem como referências.
(linha em branco)
Figuras e Tabelas / Imágenes y Tablas (Arial 11, negrito)
Devem aparecer centradas na página e numeradas (Figura 1, Figura 2, etc).
As legendas devem ser concisas e acompanhadas da fonte, e o texto das tabelas preparado com Arial, corpo 9. A responsabilidade sobre direitos autorais de uso das imagens, quando existir, é integralmente dos autores.
(linha em branco)

2. Forma e Formato de envio dos artigos

O envio do artigo completo (e definitivo) deve ser feito exclusivamente pelo endereço eletrônico do Congresso:
Na caixa "Assunto" do e-mail informar: "ArtigoCIHU2013"
Enviar o artigo no formato PDF
Observação importante: enviar os artigos completos em dois arquivos separados, ambos em formato PDF. No primeiro arquivo: envio com todas as informações de autoria, conforme orientações acima (Na Estrutura do Artigo). Este arquivo será incluído nos Anais do Congresso, caso aprovado pelo Comitê Científico. No segundo arquivo: não incluir nenhuma informação de autoria. Este arquivo será enviado aos pareceristas do Comitê Científico para avaliação.

3. Idiomas

Artigo em português ou espanhol

4. Valor e Forma de Pagamento da Inscrição

USD 100,00
Informação: brevemente informaremos os procedimentos para pagamento da inscrição

5. Página Eletrônico do III CIHU

Brasília