Notícia

Metropóles

Idosos que já tiveram outros coronavírus podem ter pior resposta à Covid-19

Publicado em 11 agosto 2020

Por Juliana Contaifer

Modelo matemático criado pelas universidades de Oxford, Tel Aviv, USP, UFMG e Fiocruz ainda não foi revisada por especialistas

De acordo com uma pesquisa liderada pela Universidade de Oxford, em parceria com a USP, UFMG, Fiocruz e Universidade de Tel Aviv, idosos que já foram contaminados por outros coronavírus podem ter uma resposta pior à Covid-19. Outros vírus da família do Sars-Cov-2 são normalmente responsáveis por resfriados.

A hipótese dos cientistas é que o sistema imunológico de pessoas idosas seria eficiente em reconhecer vírus específicos e se preparar para eles, perdendo a capacidade de criar uma proteção mais genérica para novos micro-organismos. Outra hipótese é que o sistema imune desse grupo responderia exageradamente à infecção por ter sido exposto aos outros coronavírus.

O levantamento foi feito apenas em modelo matemático, ou seja, pacientes não foram testados. A pesquisa ainda não foi publicada em revista científica e precisa passar pela chamada revisão de pares, quando outros especialistas analisam a metodologia usada para encontrar os resultados.

“A ideia do estudo é propor uma explicação possível para esse perfil de severidade da doença de acordo com a idade, além de chamar a atenção para a necessidade de estudar mais a reatividade cruzada entre os coronavírus endêmicos e o Sars-CoV-2?, afirmou Daniel Damineli, pesquisador da Faculdade de Medicina da USP e coautor do estudo, à Agência Fapesp.