Notícia

Ibama

Ibama lança Programa de Pesquisa e Revista Eletrônica na 58ª SBPC

Publicado em 17 julho 2006

Por Sandra Tavares, Ibama/Sede

Pesquisadores, graduandos e biólogos poderão concorrer a editais de pesquisas do Ibama e, com isso, fomentar ainda mais a produção de conhecimentos para o manejo adaptativo nas Unidades de Conservação (UCs). Além disso, os pesquisadores terão também um espaço para a divulgação de seus trabalhos, por meio de uma Revista Eletrônica do Ibama.
O anúncio do Programa de pesquisa, algo inédito no Brasil, ocorrerá na 58ª Reunião da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência (SBPC), no dia 18 de julho, em Florianópolis-SC. Cada projeto selecionado receberá em média R$ 100 mil para a compra de equipamentos, além do pagamento de bolsas com valores semelhantes ao da FAPESP.
Durante a SBPC serão lançados os três primeiros editais para seleção de projetos destinados a fazer o inventário e estudo sobre a dinâmica das populações nativas, analisar o impacto do uso público e o manejo de espécies invasoras em cinco Unidades de Conservação: os parques nacionais Peruaçu (às margens do rio São Francisco, em Minas Gerais), Grande Sertão Veredas, Chapada dos Veadeiros e Canastra e a Estação Ecológica Taiamã, no Mato Grosso. Os recursos são oriundos de compensação ambiental.
A partir do lançamento, haverá prazo de 90 dias para envio de propostas por parte dos pesquisadores interessados. O resultado será divulgado em até dois meses após a inscrição e a seleção priorizará projetos que possam gerar ações imediatas nas Unidades de Conservação.
O chefe do Programa Gestão do Conhecimento da Diretoria de Ecossistemas do Ibama, Reuber Albuquerque Brandão, informa que o pesquisador que receber a bolsa terá quatro anos para desenvolver o projeto. Em contrapartida, ele deverá dar palestras e oficinas a comunidades do entorno das Unidades de Conservação com o objetivo de divulgar as informações da pesquisa. Outra condição será permitir que o chefe da unidade acompanhe o desenvolvimento da pesquisa e possa utilizar o conhecimento no manejo do parque ou da estação ecológica.
Na ocasião, o presidente do Ibama Marcus Barros coordenará uma mesa redonda cujo tema será "O Desafio da Integração da Ciência com o Manejo das Unidades de Conservação", que ocorrerá na Sala Calêndula, 2º andar, no Centro de Cultura e Eventos, na UFSC. O Diretor de Ecossistemas do Ibama, Valmir Ortega, participará da mesa como debatedor.