Notícia

Portal Exame

Hospital das Clínicas e startup testam remédio digital para dor de artrose

Publicado em 02 outubro 2018

Por Letícia Naísa
São Paulo — Ao invés de tomar um comprimido para a dor, o físico Marcelo Sousa, fundador da Bright Photomedicine, criou um remédio digital e quer que as pessoas se curem com luz. Para fazer o projeto acontecer, Sousa fundou uma startup com um capital inicial de 200 mil reais. O pesquisador também recebeu 600 mil reais de investidores interessados no produto, além de 1 milhão de reais da Fapesp para desenvolver sua pesquisa. Para ir ainda mais longe, a empresa está com um financiamento coletivo aberto a quem quiser colaborar com os [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.