Notícia

Www.com.br

Homepages instantâneas

Publicado em 01 novembro 2006

No mundo corporativo quem não tem seu espaço na internet acaba perdendo mercado. Mesmo as empresas que não possuem e-comrnerce precisam ter uma página eletrônica institucional para enfrentar grande concorrência.
O problema é que para as pequenas empresas terem uma homepage implica em gastos muitas vezes incompatíveis com sua enxuta estrutura financeira.
Pensando nestas situações, a Fator9 desembarcou no mercado de construção de homepages instantâneas com mil opções de templates e cerca de 40 segmentos de atuação.
"Oferece todas as ferramentas para que o próprio cliente monte a sua página, sem dificuldades, facilitando, inclusive, a atualização de seus dados sempre que for necessário" explica Hélio Bezerra, um dos diretores da Fator9, acrescentando que a idéia principal é de o nano e pequeno empresários conquistarem seu espaço na internet para promover seu negócio.
Um dos pontos altos do serviço é a rapidez com que se monta um site, Do pedido ao layout são necessários apenas 15 minutos. E o procedimento funciona de modo simples: o cliente começa acessando o site vww.fator9.net/site e informa qual o domínio que pretende registrar. Se o endereço estiver livre, ele avança e preenche o formulário com seus dados. O passo seguinte é escolher o template de sua categoria e preencher os dados, como informações sobre a empresa, produtos, serviços e todos os itens que achar necessário.
Após estas etapas, o sistema gera o boleto bancário para que seja providenciado o pagamento pelo serviço.
A Fator9 se encarrega de efetuar o registro na Fapesp e após o tempo de propagação da Fapesp (cerca de 48 horas) o site já está no ar. Depois disso, a equipe de suporte da Fator9 faz os ajustes finais e orienta a configuração de agenda, e-mails recebidos e e-mail emitidos.
Com o site finalizado rapidamente, a empresa já está na web e só precisará pagar uma nova parcela no ano seguinte.
"Na verdade. a Fator9 exclui todas as barreiras para que o próprio usuário consiga fazer o passo-a-passo sozinho', observa ele. "Trata-se de um contrato de licenciamento por meio do qual o usuário pode escolher o modelo de site que mais lhe interessa ou que mais se adequa ao seu tipo de negócio", explica Bezerra.
Se a pessoa é dona de uma lanchonete, por exemplo, existe um modelo de site já configurado para essa área, assim como para lojas de carros, dentistas, entre outros. A empresa espera fechar o ano com cerca de 15 mil usuários.

Empresa
No início, a Fator9 era focada basicamente em consultoria na área de tecnologia. Entretanto, no final de 2005, os sócios Hélio Bezerra e Rogério de Paula adquiriram a empresa de tecnologia Setor 6.
Com esta aquisição, passaram a pensar em mudanças que pudessem dar um novo ânimo para a empresa. Há dois meses no ar, o serviço já conta com cerca de 800 sócios e a previsão é fechar o ano de 2006 com 15 mil usuários, A meta da empresa é popularizar a tecnologia, tornando-a acessível a qualquer empresário, independentemente do porte de sua empresa.
"Temos estrutura para atender até 3 mil solicitações por dia", revela Bezerra. Confira, a seguir, os principais trechos da entrevista com o executivo:

Revista W: Porque investir no mercado de homepages instantâneas? Hélio Bezerra: Porque as empresas, principalmente as micro e pequenas, muitas vezes não têm recursos para investir em um site institucional e, por conta disso, acabam ficando sem acesso aos benefícios que esse tipo de tecnologia pode fornecer.

Revista W: Qual o perfil do público que procura seu serviço?
Bezerra: Micro e pequenas empresas que precisam de uma solução rápida e de custo atraente, mas com boa qualidade de design, para a criação de site institucional.

Revista W: Qual a projeção, no tocante a usuários, para os próximos meses?
Bezerra: Hoje já são mais de 800, lembrando que iniciamos essa operação há pouco mais de 30 dias. Temos uma projeção para 300 novos usuários por dia.

Revista W: Muitos webdesigners consideram que oferecer templates prontos para um site é urna "heresia" do ponto de vista visual, O que você pensa a respeito disso?
Bezerra: Nem todas as empresas podem pagar pelos serviços de um webdesigner e é principalmente a este público que se destina a nossa solução. Também não podemos ser considerados concorrentes dos webdesigners, nem tão pouco considerados um risco para seus negócios. Já que a nossa solução atende a uma necessidade de mercado que o webdesigners não conseguem atender. Da mesma forma, estes profissionais atuam em um seguimento de mercado para o qual a nossa solução não é a mais adequada.

Revista W: Você disse que a Fator9 idealizou urna nova forma de se fazer homepage. Por quê?
Bezerra: Porque estamos fazendo o mesmo que muitas empresas já fazem só que de uma maneira técnico/comercial que facilita o processo. Principalmente no formato comercial pelo o qual possibilitamos aos nossos clientes um custo extremamente atraente.

Revista W: Você acredita que HpG e KitNet, com exceção de seu caráter gratuito, tinham uma certa semelhança com o novo serviço da Fator9? Bezerra: Não. Porque estes serviços acabavam por "atrelar" os dados de acesso do site do cliente com seus próprios endereços. No nosso caso, o cliente tem registrado seu próprio domínio e seu site é totalmente personalizado. Nosso nome ou logomarca não aparecem em nenhuma parte do site dos nossos clientes.

Revista W: O serviço tem limitações de banda ou restrição a conteúdo?
Bezerra: A única limitação que o serviço tem é com relação ao volume de informações. Embora os clientes possam ter sites completos, certamente ele não pode ter uni portal. Mas estamos trabalhando para atender a eventuais demandas mais complexas com a mesma simplicidade e custo atraente.

Revista W: Quais as características técnicas do serviço?
Bezerra: O serviço roda baseado em php, java e xml. Os servidores são PIV e Dual Xeon (dependendo da aplicação) estão todos hospedados na .comdominio aqui em São Paulo.

Revista W: Para o novo serviço, o que a Fator9 aproveitou da Setor 8? Bezerra: A Setor 8 era uma empresa focada em consultoria e em tecnologia para médias e grandes empresas. Hoje, a Fator9 assumiu os projetos da Setor 8 e agregou ao portfólio de Produtos/serviços e soluções para pequenas empresas.

Revista W: Vocês oferecem suporte técnico aos usuários?
Bezerra: Sim, tanto por e-mail, skype. msn e telefone.

Revista W: Se urna pessoa quiser somente hospedar urna página na Fator9, e não criá-la de acordo com suas ferramentas, é possível? Bezerra: Ainda não está disponível esta opção, mas existem estudos em andamento com foco neste mercado. Quanto a investir em hospedagem em geral, estamos avaliando esta possibilidade. Em breve teremos algumas novidades a respeito disso, mas não posso adiantar nada.