Notícia

Hoje em Dia

Homenagem – Carlinhos Vergueiro canta músicas de Paulo Vanzolini

Publicado em 15 dezembro 2013

Por Cinthya Oliveira

Carlinhos Vergueiro se considera um artista de extrema sorte. Pôde conviver, tocar junto e homenagear seus principais mestres. Depois de lançar discos dedicados à obra de Adoniran Barbosa e Nelson Cavaquinho (com quem trabalhou), chegou a vez de colocar no mercado “Paulo Poeta Compositor Cientista Boêmio Vanzolini” (Biscoito Fino), álbum que relembra grandes composições do autor de “Ronda” e “Volta por Cima”, morto em abril, aos 99 anos.

“Já vinha cantando músicas de Vanzolini em meus shows. Em fevereiro passado, fizemos um show juntos. Contei para ele como seria o disco e ele vinha gostando da maneira com que eu vinha interpretando os seus sambas. Ele ia gostar do álbum”, diz Carlinhos Vergueiros.

Como o próprio título do disco mostra, Vergueiro adora evidenciar a pluralidade de Vanzolini. Além de ter sido um boêmio dono de belas composições, teve um papel fundamental na história da zoologia no Brasil. Vanzolini foi um dos idealizadores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e ativo colaborador do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo.

Mas Vergueiro gosta mesmo é de falar sobre o amigo boêmio, que sacodia a poeira e dava a volta por cima. “Se pudesse, incluiria ainda mais um adjetivo ao titulo do meu disco. Vanzolini era também um improvisador. Fazia versos na hora com a mesma qualidade de um repentista do Nordeste”, afirma.

GAFIEIRA

Realizado com recursos da Petrobras, o álbum evidencia a sonoridade do samba, com forte enfoque aos metais. “Quis dar um tom de gafieira, de samba rasgado, da maneira com que enxergava as músicas de Vanzolini”, conta Vergueiro, que contou com Italo Peron na direção artística e criação de arranjos.

O show inspirado no álbum contém cerca de 16 músicas de Vanzolini (ou seja, extrapola as dez faixas do álbum) e outras mais de Adoniran e Nelson Cavaquinho.

ALÉM DISSO

Dora Vergueiro, filha de Carlinhos, se apresenta em Belo Horizonte nesta quinta-feira. O show acontece no Na Mata Café (rua Marília de Dirceu, 56, Lourdes), a partir das 22h, com ingressos por R$ 30 (feminino) e R$ 50 (masculino).

A cantora apresenta as músicas de seu quarto álbum, homônimo, indicado ao Grammy Latino 2013 na categoria “Melhor Álbum de Samba”. Além de composições autorais, o trabalho resgata músicas eternizadas por grandes artistas da MPB, como Clara Nunes e Cartola.