Notícia

PIBID e o Ensino de Química

Homem-Aranha 2, fusão nuclear e Tricio

Publicado em 27 agosto 2019

Olá leitores, como vocês estão?

Hoje vamos falar de um filme clássico, que fez parte da infância de muitos e mora no coração de outros, ele, seu amigo do bairro, o herói com uma grande quantidade de adaptações nas telinhas, o queridinho da Tia May, o grande e único, Homem-Aranha.

Falaremos do filme de 2004, com a interpretação de Tobey Maguire no papel de Homem-Aranha, na longa, novamente vemos os diversos dilemas da vida do nosso querido herói, no filme, além do retorno do herói, vemos a aparição de um dos vilões mais clássicos das HQ’s, Doutor Otto Gunther Octavius (Figura 2) ou, como é mais conhecido, Doutor Octopus.

Por mais que eu gostaria de falar mais das cenas do filme, vamos focar na parte que nos interessa, no filme Dr. Octavius acaba colocando a cidade em risco, pois este constrói uma espécie de reator a base de Trítio que simula uma pequena estrela, com o objetivo de gerar grandes quantidades de eletricidade, o problema é que a estrela em colapso gerada, pode engolir toda a cidade, e resolver esse problema, além de enfrentar o grande vilão, Doutor Octopus, cabe ao nosso amigo do bairro, Homem-Aranha.

A questão que temos é a seguinte, por mais que o filme possa dar aquela leve viajada na maionese (que só a ficção cientifica de filmes de heróis nos permitem) falando sobre um reator que cria uma “pequena estrela”, o Trítio é um “elemento” real, e, como sabemos, os filmes não costumam se utilizar de informações reais para criar uma completa ficção, então será que o trítio realmente pode ser uma fonte de energia? É o que avaliaremos nesse artigo.

O trítio ou trício por si só não é um elemento como o filme da a entender, mas sim um isótopo do hidrogênio, sendo representado por 3H, o trítio é um isótopo radioativo que emite radiação do tipo beta (ß). A fusão nuclear consiste em juntar dois núcleos atômicos e formar um mais pesado (ZOLNERKEVIC, 2011), esta que é citada no filme acontece em estrelas e em bombas termonucleares como a bomba de hidrogênio e nela, por exemplo, a explosão que termos nada mais é que a liberação de uma grande quantidade de energia, vale também citar o oposto que é a fissão nuclear, essa é a separação de uma massa atômica em duas.

Hoje se sabe, por exemplo, que a fusão do trítio com o deutério gera um átomo de Hélio (VIEIRA, 2016) e tem uma liberação de uma grande quantidade de energia como demonstrado na figura 3. A fissão nuclear, que é o processo usado hoje em usinas nucleares, gera bastante energia, porém temos um problema que é o lixo radioativo gerado nela, enquanto na fusão temos diversas vezes mais energia e nesta que estamos analisando, por exemplo, de acordo com Zolnerkevic (2011), o maior resíduo gerado é o Hélio e não há material radioativo ao fim do processo.

O único problema que temos para esse processo, é que, infelizmente, a quantidade de trítio (ou trício) na terra é bem baixa, sendo este um empecilho até mesmo para o Dr. Octopus no filme.

Assim vemos que, apesar de toda a liberdade e expressão artística no filme, com a ideia de se criar uma pequena estrela em uma máquina, a ideia de se usar o Trício como combustível para a geração de energia nuclear não é uma ficção cientifica mas sim bem plausível na verdade, e quem sabe em breve até possa se tornar realidade! Isso nos mostra que o Dr. Octavius não era só um grande vilão e cientista, mas também um visionário.

O Filme Homem-Aranha 2, foi o segundo de uma trilogia e, considerado por muitos, o melhor dela, não é à toa que este clássico é reprisado constantemente na Tv, e foi responsável por fixar uma imagem do nosso querido aracnídeo na mente de muitas pessoas.

REFERÊNCIAS:

ADOROCINEMA. Criticas do filme homem-aranha 2. Disponível em http://www.adorocinema.com/filmes/filme-46112/criticas/espectadores/> Acesso em: 01 abril de 2019.

TALES G VIEIRA. Filme “homem-aranha 2” e a química. Disponível em https://talesgvieira.wixsite.com/tudodequimica/single-post/2016/05/02/O-Filme-Homem-Aranha-2-e-a-qu%C3%ADmica> Acesso em: 01 de abril de 2019

INFOESCOLA. Trítio. Disponível em https://www.infoescola.com/quimica/tritio/> Acesso em: 02 de abril de 2019.

ZOLNERKEVIC, Igor. A energia das estrelas: Brasileiros e europeus buscam o controle da fusão nuclear. Pesquisa Fapesp, São Paulo, v. 186, n. 8, p.60-63, 23 ago. 2011. Mensal.