Notícia

Envolverde

Herta Müller ganha Nobel de Literatura

Publicado em 09 outubro 2009

Agência Fapesp

O prêmio Nobel de Literatura de 2009 foi concedido à escritora romena naturalizada alemã Herta Müller, "que, com a concentração da poesia e a franqueza da prosa, pinta o panorama dos despossuídos", segundo o comitê do prêmio.

Autora de O Compromisso, sua única obra lançada no Brasil, em 2004, com tradução de Lya Luft, Herta nasceu em Nitzkydorf , no sul da Romênia, em 1953, em uma família de origem alemã. Seu primeiro livro, a coleção de contos Niederungen, lançada em 1982, foi censurado pelo governo totalitário de Nicolau Ceausescu.

Dois anos depois, a obra foi publicada na Alemanha, alcançando grande sucesso. Em seguida, Herta publicou Drückender Tango : Erzählungen. As duas obras descreviam a vida em um pequeno vilarejo romeno de língua alemã, retratando um contexto de corrupção, intolerância e repressão.

Pelas duras críticas à ditadura da Romênia, a autora foi proibida de publicar livros no país. Em 1987, com seu marido, o escritor Richard Wagner, mudou-se para Berlim, onde vive até hoje.

Herta é a 12ª mulher a vencer o Nobel de Literatura, criado em 1901. Pelo prêmio, a escritora receberá a quantia de US$ 1,4 milhão (cerca de R$ 2,7 milhões).

Os romances Der Fuchs war damals schon der Jäger (1992), Herztier (1994) e Heute wär ich mir lieber nicht begegnet (1997) "apresentam, com detalhes primorosos, um retrato da vida sob a estagnação da ditadura", segundo o comitê do prêmio.

Várias de suas obras foram traduzidas para o inglês, o espanhol, o francês e o sueco. O único livro traduzido para o português, O Compromisso (Heute wär ich mir lieber nicht begegnet), conta a história de uma ex-operária da indústria têxtil perseguida pela polícia secreta da Romênia.

A autora publicou ainda os livros Der Mensch ist ein großer Fasan auf der Welt(1986), Barfüßiger Februar (1987), Reisende auf einem Bein (1989), Der Teufel sitzt im Spiegel (1991), Eine warme Kartoffel ist ein warmes Bett (1992), Der Wächter nimmt seinen Kamm : vom Weggehen und Ausscheren (1993), In der Falle (1996), Der fremde Blick oder Das Leben ist ein Furz in der Laterne (1999), Im Haarknoten wohnt eine Dame (2000), Heimat ist das, was gesprochen wird (2001), Der König verneigt sich und tötet (2003), Die blassen Herren mit den Mokkatassen (2005) e Atemschaukel (2009), além do livro de ensaios Hunger und Seide(1995).

Mais informações: http://nobelprize.org

(Envolverde/Agência Fapesp)