Notícia

Revista Bem-Estar

Herança do bem

Publicado em 12 novembro 2017

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) recebeu a doação de uma coleção – com obras avaliadas em R$ 5 milhões – para investimento em pesquisas em genética com células-tronco, visando a prevenção e a cura de doenças degenerativas. A decisão foi expressa em vida pela doadora, May Rubião.

Durante décadas ela trabalhou com o empresário e bibliófilo José Mindlin (1914-2010), atuando como diretora de Relações Públicas da empresa Metal Leve. Casada com João Álvares Rubião Neto, descendente de família tradicional da elite cafeicultora paulista, May e o marido reuniram uma coleção criteriosa e de bom gosto, que incluem pinturas de Antonio Bandeira, Alfredo Volpi, Aldo Bonadei, Cícero Dias, Omar Rayo, Danilo di Prete, Emeric Marcier e Lucy Citti Ferreira. Além de pinturas de artistas renomados, o acervo inclui esculturas, gravuras, prataria, mobiliário e joias.