Notícia

SEGS Portal Nacional de Seguros & Saúde

GSK e FAPESP anunciam criação de Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada no Brasil

Publicado em 24 junho 2014

A GSK, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), anunciou hoje (24/06) um acordo de cooperação para a criação de um Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada no Brasil. Localizado no Estado de São Paulo, o Centro terá por objetivo estimular o avanço da pesquisa básica orientada e o potencial de desenvolvimento de novos fármacos que possam responder a necessidades médicas não atendidas.

O Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada desenvolverá pesquisa de nível internacional, mas voltada para a aplicação a partir do Brasil. Serão aplicados recursos para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de doenças respiratórias, doenças metabólicas, imunologia-inflamação e antibacterianos-antivirais.

A cerimônia de assinatura do acordo de cooperação entre GSK e FAPESP contou com a presença de Cesar Rengifo, Presidente da GSK Brasil, além de Celso Lafer, Presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Na ocasião, também foi divulgada a Chamada de Propostas de Pesquisa dirigida a pesquisadores em universidades e instituições de pesquisa no Estado de São Paulo para se candidatarem a receber os subsídios do Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada no Brasil. Os interessados terão prazo até 26 de setembro de 2014 para apresentar suas propostas de constituição do Centro, que deverão incluir um programa de Educação e Difusão do Conhecimento e de Transferência de Tecnologia. O resultado da Chamada de Propostas de Pesquisa está previsto para 27 de fevereiro de 2015. A estimativa é de que o Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada comece a operar em 2015.

A iniciativa receberá investimentos igualmente compartilhados entre FAPESP e GSK da ordem de R$ 3,4 milhões por ano, por um período de 10 anos, e marca uma nova iniciativa na trajetória de parcerias entre um laboratório farmacêutico e a instituição de fomento à pesquisa. Em outubro de 2013, a GSK e a FAPESP anunciaram a criação de um Centro de Excelência em Química Sustentável voltado para a pesquisa de novos compostos e processos para posterior desenvolvimento de produtos químicos sustentáveis que possam ser utilizados na descoberta e no desenvolvimento de novos medicamentos.

 

Investimentos da GSK em pesquisa e inovação

 

De acordo com Cesar Rengifo, presidente da GSK Brasil, o Brasil foi escolhido pela empresa para sediar este Centro de Excelência em Pesquisa Básica porque avalia o país como um vasto campo de oportunidades nesta área. “Buscamos diversificar e descentralizar nossas fontes de pesquisa para novas descobertas e, assim, permitir o aumento do acesso aos medicamentos pela população”, declarou o presidente.

 

Em 2010, a GSK criou o programa Trust in Science com o objetivo de estimular a pesquisa no Brasil em áreas de interesse mútuo do país e do laboratório farmacêutico. Para tanto, a companhia forma parcerias com reconhecidas instituições (Fapesp, CNPq) de fomento em pesquisa e centros de pesquisa básica do Brasil. Desde 2011, a GSK apoia financeiramente 11 projetos e assinou compromisso com outros três em 2013. Desse total, oito projetos são no Estado de São Paulo. Já foram investidos cerca de £ 2,5 milhões (US $ 4 milhões de dólares) nesse período. Outra ação do Trust in Science é o de capacitação de estudantes de doutorado ou pós-doutorado nas unidades da GSK durante um ano no Reino Unido, na Espanha ou nos Estados Unidos, apoiados pelo programa Ciência Sem Fronteiras, do Governo Federal. Atualmente 15 alunos estão sendo capacitados nas áreas de pesquisa relacionadas a doenças metabólicas, Respiratórias, Doenças infecciosas, Tropicais e Infecciosas.

 

As interações de membros da GSK e de pesquisadores locais visam estimular o desenvolvimento da pesquisa no Brasil. As áreas prioritárias do Trust in Science para o desenvolvimento de pesquisas incluem doenças respiratórias, metabólicas, infecciosas, inflamatórias e imunologia, além de doenças tropicais, negligenciadas e raras. Entre os primeiros resultados do programa estão avanços no desenvolvimento de compostos químicos para o tratamento de leishmaniose e doença de Chagas, no estudo para novas vacinas contra dengue e leishmaniose, biomarcadores para obesidade, diabetes e asma.

 

Sobre a GSK

Uma das indústrias farmacêuticas líderes do mundo, a GSK está empenhada em melhorar a qualidade da vida humana permitindo que pessoas façam mais, vivam melhor e por mais tempo.

Para mais informações, visite www.gsk.com.br

 

Sobre a FAPESP

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) é uma instituição pública com a missão de apoiar a pesquisa e o desenvolvimento científico e tecnológico no Estado de São Paulo. A FAPESP atua diretamente com a comunidade científica paulista em todas as áreas do conhecimento, apoiando propostas de pesquisa selecionadas com base na revisão por pares (peer review), metodologia que utiliza pareceres emitidos por pesquisadores brasileiros e estrangeiros como base para decisões sobre o financiamento de projetos.

Para mais informações, visite o site www.fapesp.br