Notícia

PPTA Soluções e Tecnologia

Grupo Fleury e Kunumi fecham parceria para uso de inteligência artificial no combate à COVID-19

Publicado em 02 outubro 2020

Projeto prevê aplicação de algoritmos para identificar e comparar padrões em hemogramas de pacientes testados para doença. Objetivo é desenvolver modelo preditivo para auxiliar médicos no diagnóstico da doença.

Em mais uma iniciativa para ajudar a combater o novo coronavírus (SARS-CoV-2), o Grupo Fleury e a Kunumi, empresa de inteligência artificial, fecharam parceria com o objetivo de desenvolver algoritmos para identificação e comparação de padrões de componentes sanguíneos avaliados em hemogramas – o popular exame de sangue –, e, assim, auxiliar médicos na triagem e apoio diagnóstico de pacientes com suspeita da COVID-19.

No acordo, será utilizada uma base de dados de pessoas que realizaram testes para diagnóstico do novo coronavírus nos laboratórios do Grupo Fleury, por meio do método molecular RT-PCR, e que fizeram exame de sangue durante um período de 30 dias antes ou depois do teste. Dados demográficos, como sexo e idade de pacientes, também serão utilizados. Todas as informações serão partilhadas de forma anônima, ou seja, respeitando o sigilo à identificação individual dos pacientes.

A partir dos resultados do estudo, o objetivo será utilizar a ferramenta de inteligência artificial de forma preditiva, apoiando o médico ou profissional de saúde sobre as possibilidades de um paciente estar ou não com a COVID-19.

“O objetivo desta parceria é desenvolver uma ferramenta que ajude e apoie o médico no momento do diagnóstico. Importante enfatizar que a aplicação dessa tecnologia não substituirá o diagnóstico do RT-PCR, teste molecular considerado padrão ouro na detecção do SARS-CoV-2”, analisa Dr. Edgar Rizzatti, diretor executivo Médico e Técnico do Grupo Fleury. “Sabemos que o Brasil é um País continental, muito povoado e tem enfrentado uma série de desafios no combate à pandemia. Por isso, ferramentas como esta podem servir como mais um elemento no conjunto de dados para apoiar a decisão médica”, complementa o Dr. Rizzatti.

“Na Kunumi, nosso trabalho é trazer um novo olhar para desafios complexos por meio da Inteligência Artificial para apoiar a construção de um futuro mais equilibrado. ”, afirma Gabriella Seiller, executiva da Kunumi. “Nossa experiência com a utilização de IA para predição da doença de Alzheimer através de exames de sangue será vital para aceleração dos resultados deste projeto. Estamos muito animados com a parceria com o Grupo Fleury, que traz, além de um banco de dados volumoso e confiável, a expertise em saúde e ciência de dados do Grupo. Já temos resultados preliminares animadores, e estamos ansiosos para validá-los – já que um modelo preditivo para a COVID-19 tão simples e disponível como o hemograma poderia auxiliar bastante no combate à doença”, explica Daniella Castro, líder de Pesquisa & Desenvolvimento da Kunumi.

A parceria com a Kunumi integra um conjunto de iniciativas no uso de dados e inteligência artificial que o Grupo Fleury tem realizado para ajudar no combate à pandemia. O Grupo Fleury participa do projeto Radvid – plataforma capaz de identificar indícios da doença COVID-19 nos pacientes por meio de exames de imagens de raios-X e tomografias do tórax, a partir de algoritmos e tecnologia de inteligência artificial. Além disso, o Grupo também é parceiro da Fapesp no Data Sharing/BR, primeiro repositório do País com dados demográficos e exames clínicos e laboratoriais de pacientes que fizeram testes para COVID-19 em unidades laboratoriais e hospitais do Estado de São Paulo.