Notícia

BOL

Governo vai investir R$ 10 milhões em pesquisas com células-tronco

Publicado em 03 setembro 2008

O CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), em parceria com o Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, vai investir R$ 10 milhões em pesquisas de terapia celular. Um edital para a distribuição dos recursos foi divulgado nesta quarta-feira.

Serão apoiadas pesquisas de desenvolvimento de procedimentos terapêuticos inovadores em terapia celular, utilizando células-tronco embrionárias, células-tronco adultas derivadas da medula óssea, células-tronco derivadas do cordão umbilical e células-tronco derivadas de outros tecidos.

Segundo informou a Agência Fapesp, o objetivo é induzir a geração de novos conhecimentos, ao investir em pesquisas básicas, pré-clínica e clínica e contribuir para o desenvolvimento de produtos e processos biotecnológicos, com potencial de aplicação para a área de saúde humana.

Os projetos podem se adequar a pelo menos uma das três linhas de apoio que envolvem o edital. A primeira é direcionada para projetos de pesquisa básica - experimentações in vitro - que sejam relevantes para as terapias celulares feitas exclusivamente com células-tronco humanas bem definidas e caracterizadas.

A segunda linha de apoio é direcionada para pesquisas pré-clínicas, que envolvam estudos e aplicação de métodos científicos em experimentações em animais de laboratório, voltados para o estudo do isolamento, a caracterização e a indução do aumento de células-tronco humanas bem definidas para o uso terapêutico.

A última linha é voltada para a pesquisa clínica que siga métodos científicos aplicáveis em experimentações com seres humanos, todos de acordo com os requerimentos legais e éticos.

Todas as propostas de projetos serão divididas em três faixas de financiamento: uma com valores de até R$ 100 mil, outra entre R$ 100 mil e R$ 200 mil, e uma de até R$ 500 mil. As empresas parceiras dos projetos devem investir, no mínimo, 15% do orçamento global do projeto em recursos financeiros ou não financeiros, previstos na proposta.

Os pesquisadores interessados em enviar projetos têm até o dia 19 de setembro para encaminhar propostas, por meio do formulário on-line disponível aqui. Os resultados serão divulgados a partir de 10 de novembro e as contratações ocorrerão na primeira semana de dezembro.

O último edital do CNPq que apoiou pesquisas com células-tronco foi lançado em 2005. Foram aprovados 45 projetos, num total de R$ 10,5 milhões. Desses projetos, seis estudaram células-tronco embrionárias humanas. As pesquisas apoiadas por esse edital tiveram duração de quase dois anos, encerrando-se em 2007.

Com informações da Agência FAPESP