Notícia

Canaltech

Governo de São Paulo busca soluções para Gestão Pública junto a Startups

Publicado em 07 novembro 2017

O governo estadual de São Paulo vem apostando fortemente em tecnologia e inovação. Um recente projeto, batizado de Pitch Gov.SP 2.0, tem como objetivo criar parcerias com startups visando a solução de problemas da Gestão Pública. Já em sua segunda edição, iniciada em 15 de setembro com a abertura das inscrições, o programa selecionará 16 startups para atender a oito áreas do governo.

A ajuda de custo para desenvolvimento em larga escala das soluções tecnológicas apresentadas pelas empresas é de até 10 milhões de reais, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do Programa Parceria para Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

As startups participantes devem ter no máximo 7 anos de funcionamento e trazer soluções já funcionais para a avaliação. Confira abaixo as finalistas do projeto, suas áreas de atuação e suas criações. Elas apresentarão suas criações no 9 de novembro, no Palácio dos Bandeirantes. A apresentação é aberta ao público.

Estante Mágica (Educação), aplicativo que visa estimular a leitura e o engajamento às atividades pedagógicas; Matific (Educação), jogos interativos, planilhas e conjuntos de problemas para apoiar o ensino e aprendizagem de matemática dos anos iniciais; MGov (Educação), uso de SMS para engajar a família na vida acadêmica das crianças; Mira Educação (Educação), plataforma com recursos para pais, alunos, responsáveis e gestores escolares; Next Code (Estatísticas), uso de computer vision e machine learning para analisar documentos otimizando processos burocráticos; Dom Rock (Estatística), ambiente unificado de captura, consolidação e análise de dados de forma descomplicada; Pris (Finanças), extrai informações para simplificar o processo de fiscalização, permitindo o mapeamento de inconformidades; Kitado (Finanças), uma plataforma digital que faz a integração entre os contribuintes e a entidade pública detentora dos ativos referentes a impostos; SmartSindico (Habitação), aplicativo que auxilia o síndico a realizar todas as tarefas administrativas do condomínio; Colab (Energia), rede social que tem como objetivo conectar cidadãos, governo e agência reguladora trazendo mais transparência ao consumidor; Portal Telemedicina (Saúde), central médica online que possibilita colaboração entre profissionais da saúde e pacientes; Cloudia (Saúde), atendente virtual que automatiza os processos de comunicação entre pacientes e instituições do SUS e parceiros; LegalBot (Administração), ferramenta de busca e análise de situações de risco; Saútil (Administração), plataforma de acesso a informações georreferenciadas sobre serviços públicos, facilitando o acesso da população; CittaMobi (Transporte), plataforma que traz informações de itinerário e localização em tempo real dos ônibus, dando opção de contato com os órgãos regulatórios em caso de problemas e atrasos; AISA 9 (Transporte), aplicativo que atua na prevenção de acidentes e incentiva conduta segura.