Notícia

Correio Popular

Governo Alckmin: despesas são compatíveis com gestão

Publicado em 07 março 2011

Procurado pelo Estado para justificar o aumento global nos gastos com diárias e passagens, o governo paulista enviou nota em que explica o crescimento desse tipo de despesa e justifica os montantes pela nova configuração do governo.

"Não é possível falar em aumento de gastos com diárias e passagens entre 2010 e 2011. As despesas verificadas são perfeitamente compatíveis com o novo desenho desta gestão", afirma a assessoria de imprensa do governo paulista, em texto, referindo-se à extinção de pastas e a criação de outras pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O governo dá como exemplo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que teve crescimento de 645% no gasto com diárias e 136% com passagens. A pasta, informa o Executivo paulista, teve incorporada a estrutura da extinta Secretaria de Ensino Superior "e seus respectivos órgãos vinculados".

Foram agregadas, sob esse panorama, despesas da USP, Unesp, Unicamp, Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O governo também justifica o aumento de gastos da pasta por um programa de intercâmbio do Centro Paula Souza, também vinculado à secretaria, e o envio de 127 alunos para os Estados Unidos.