Notícia

Agência C&T (MCTI)

Governar bem traz resultados, e rápidos

Publicado em 01 dezembro 2007

Estive recentemente no Acre, um dos poucos Estados que me restava conhecer, e fiquei bastante surpresa, de forma muito positiva. O aeroporto novinho em folha, a estrada de chegada também. A cidade é muito bonita, cercada por lindas áreas verdes transformadas em grandes áreas de convivência, com ciclovias e praça de recreação para crianças.

O centro da cidade reserva mais surpresas. A área do mercado central é impecável, com vários barzinhos no calçadão e iluminação aconchegante. Pontes atravessando os rios. Novas, bonitas, imponentes. A sensação é de que cada espaço público da cidade foi cuidado, pensado, planejado, assim como cuidamos da nossa própria casa. E quando o setor público cuida do que é de todos, os cidadãos cuidam também, preservam e, claro, premiam com o voto.

Quando pensava que nada mais poderia me impressionar, mostraram-me as fotos da cidade e do Estado de poucos anos atrás. Os agora parques, bonitos, cheios de gente, eram esgotos a céu aberto. As agora estradas, ruas e avenidas asfaltadas, iluminadas e sinalizadas, eram ruas esburacadas e sem urbanização, muitas delas eram de terra batida.

No dia seguinte vi também as novas escolas, os novos hospitais, as novas delegacias, que agora, são lugares dignos de atendimento ao cidadão, diferentemente do que havia antes.

E algo também muito importante. Todos esses investimentos foram feitos simultaneamente ao saneamento das finanças públicas. Acre era um Estado altamente dependente dos repasses da União, hoje tem exportações em alta, arrecadação em alta (mais de 600% de aumento!) e contas saneadas, dinheiro em caixa e com isso grandes possibilidades de fazer cada vez mais e melhores projetos.

A decisão política de mudar, a decisão de querer governar bem é a grande chave e o que explica as grandes mudanças. S necessárias equipes técnicas competentes ao comando das ações de governo e, além disso, a continuidade de gestão. A não-interrupção de programas e ações é um dos atalhos dos grandes avanços em gestão pública, já que se acumula sobre o que já foi feito, se pensa e age acumulando.

Sempre há muito mais para fazer, sem dúvida. Porém o importante é conseguir olhar, destacar e incentivar a metade cheia do copo, o que já se fez em lugar de sempre destacar o que não se fez ou que falta. Parabéns ao Acre! Já estão mesmo se transformando no "Melhor Estado para se viver na Amazônia", slogan que resume os objetivos da atual gestão.


Florência Ferrer é doutora em sociologia econômica, coordenadora do Ned-Gov (Fundap-Fapesp), e diretora-presidente da FF Pesquisa & Consultoria/estratégia pública.