Notícia

FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas

Go Amazon é lançado em cerimônia que reuniu representantes da pesquisa científica nacional e internacional

Publicado em 19 fevereiro 2014

19/02/2014 – A cerimônia de apresentação do programa de pesquisa Green Ocean Amazon (Go Amazon), que tem como objetivo desenvolver as pesquisas relacionadas com a dinâmica da floresta e sua interação com a atmosfera com experimentos e modelos climáticos, aconteceu na noite de terça-feira (18), no Auditório da Ciência, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), também parceiro do projeto.

O Go Amazon é financiado pelo Governo do Amazonas, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e ainda pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos da América (DOE/EUA), e recebeu um investimento de R$ 24 milhões, dividido entre as três instituições, para sua execução.

Na abertura da cerimônia, estavam presentes a representante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Andrea Portela Nunes; o vice-diretor do Inpa, Estevão Monteiro; o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-AM), Odenildo Sena; a diretora-presidenta da FAPEAM, Maria Olívia Simão; a representante do DOE/EUA, Sharlene Weatherwax; e o coordenador de mudanças climáticas da Fapesp, Reinaldo Vitória.

Para a representante do MCTI, Andrea Portela Nunes, as fundações de amparo à pesquisa são de extrema importância para o desenvolvimento do País. “É muito gratificante ver novas parcerias como esta que visam ao lançamento de um experimento tão importante que desenvolverá conhecimentos científicos fundamentais para o avanço da ciência do País, por isso vejo que as fundações de amparo são extremamente importantes para que este avanço seja uma realidade”, disse.

O secretário de CT&I, Odenildo Sena, ressaltou a importância de enxergar os desafios climáticos como competências de todos os países. “Este projeto é um desafio mundial, comum entre todas as nações, pois as consequências climáticas afetaram a todos nós. Por isso, é fundamental compartilhar investimento e competências para nortear este fabuloso programa”, explanou.

Iniciativas como estas, de acordo com a diretora-presidenta da FAPEAM, Maria Olívia Simão, ajudam a Fundação a realizar a meta de internacionalização da pesquisa no Brasil, em especial os estudos realizados na Região Norte. “Queremos e precisamos realizar mais pesquisas em conjunto com outras instituições, para que tenhamos um banco de dados ainda maior sobre a Amazônia. Todo esse conhecimento contribuirá para o aprendizado dos nossos futuros alunos e assim estaremos ampliando a formação de recursos humanos em nossa região”, disse.

Mudanças globais

As mudanças climáticas globais são, cada vez mais, abordadas no cenário mundial. O clima deixou de ser apenas objeto de pesquisa dos cientistas e passou a ser uma preocupação mundial. “O GO Amazon representa uma mudança que o mundo almeja ver, e sabemos que com novas pesquisas podemos resolver muitas questões climáticas”, comentou a representante do DOE, Sharlene Weatherwax.

Parceria

O GO Amazon também conta com a parceria das universidades do Estado do Amazonas (UEA), a Federal do Amazonas (Ufam), a de São Paulo (USP), a de Harvard, e os institutos nacionais de Pesquisas Espaciais (Inpe), de Espaço e Aeronáutica (IAE/BRA) e Max Planck de Química (MPIC/Alemanha).

Agência FAPEAM