Notícia

Câmara de Vereadores de Piracicaba

Gilmar Rotta homenageia departamento de comunicação da Esalq

Publicado em 06 junho 2016

O vereador Gilmar Rotta (PMDB) integrou o ciclo de autoridades e personalidades, na solenidade que marcou em Piracicaba os 115 anos da Esalq - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, que na tarde da última sexta-feira (3), às 16h00 reservou as dependências do salão nobre da instituição para homenagens, em cerimônia festiva. Na oportunidade, o parlamentar fez a entrega da moção de aplausos 134/2016, de sua autoria, em que a Câmara de Vereadores de Piracicaba parabeniza a Divisão de Comunicação (Dvcomun), em comemoração aos 15 anos de existência, criada no ano do centenário, em 02 de abril de 2001, pelo professor Júlio Marcos Filho, sendo que meses antes da comemoração desse marco importante na história da Escola, a então Assessoria de Comunicação (Acom) na época, teve como propósito apoiar a organização dos eventos e divulgar as múltiplas ações que foram desenvolvidas, além de iniciar atividades de assessoria de imprensa. O diretor Júlio Filho, propôs aos departamentos, serviços e seções que direcionassem à Acom, todo tipo de informação de interesse à sociedade.

 

Na condição de vice-presidente da Câmara, o vereador Gilmar Rotta representou os demais parlamentares e felicitou a instituição pelos relevantes serviços prestados à população piracicabana. O vereador Gilmar Tanno (PSDB) também esteve presente nas festividades.

 

O diretor da Esalq, Luiz Gustavo Nussio agradeceu o recebimento da moção, além de evidenciar a primazia com que a Câmara de Veradores de Piracicaba acompanha os trabalhos da instituição, no reconhecimento do papel social que a Esalq tem perante o povo piracicabano, o que remete ao legado histórico de seu fundador, Luiz de Queiroz ao doar o complexo patrimonial em prol das futuras gerações.

 

A assessora parlamentar do vereador Gilmar Rotta, Cristiane Moura ocupou a tribuna de honra na solenidade para a leitura do teor da moção de aplausos, no que evidenciou o papel da Acom (Assessoria de Comunicação), que está ligada administrativamente à Diretoria da Escola, passando a gerenciar as atividades de comunicação e o fluxo de informações no âmbito interno e no diálogo com a comunidade externa para estabelecer, manter e fortalecer o relacionamento e a imagem da Esalq com seus públicos.

 

Desde a criação da Divisão de Comunicação passaram pela diretoria do departamento: Professor Júlio Marcos Filho (11/01/1999 a 10/01/2003) - criador da Divisão de Comunicação; Professor José Roberto Postali Parra (17/01/2003 a 16/01/2007); Professor Antônio Roque Dechen (16/01/2007 a 15/01/2011); José Vicente Caixeta Filho (17/01/2011 a 16/01/2015) e o Professor Luiz Gustavo Nussio – atual diretor.

 

Em 26 de julho de 2012, a Acom passou a integrar o organograma da Esalq com a denominação de Divisão de Comunicação (DvComun); sob a direção do professor Luiz Gustavo Nussio, que possui graduação em Engenharia Agronômica pela USP/Esalq (1987), mestrado em Ciência Animal e Pastagens pela USP/Esalq (1993) e doutorado em Animal Sciences - University of Arizona (1997). Atualmente, é professor associado 3 do Departamento de Zootecnia (LZT) da Esalq. É líder de grupo de pesquisa do CNPq e atua como assessor da Fapesp, CNPq e Capes. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Manejo e Conservação de Pastagens, atuando principalmente nos seguintes temas: silagem, volumosos, milho, silagens e cana-de-açúcar. Foi membro da diretoria e presidente da Sociedade Brasileira de Zootecnia (2010-2014). É responsável pela organização do International Symposium on Forage Quality and Conservation e chairman do International Silage Conference em 2015. Atua como editor da revista Visão Agrícola e assistente de direção da Esalq desde 2012. Em janeiro de 2015 assumiu o cargo de diretor da Esalq.

 

Desde 18 de março de 2013, os profissionais da TV USP Piracicaba passaram a compor a equipe da DvComun. Em 25 setembro de 2014, foram transferidos para Divisão os funcionários vinculados à área de audiovisual da Escola desenvolvendo atividades como disponibilização de equipamentos nos auditórios do Campus Luiz de Queiroz, acompanhamento de videoconferência nas salas do Edifício Central e instalação de equipamentos de áudio e vídeo.

 

Enfim, a equipe da DvComun divulga as atividades da instituição de forma contínua e precisa, viabilizando a integração da Escola com seus públicos de interesse, além de otimizar projetos conjuntos, garantindo a visibilidade das atividades institucionais e o compromisso da Esalq com a sociedade.

 

No toer da moção, o vereador Gilmar Rotta também destaca que a Divisão de Comunicação avançou em duas frentes: na produção audiovisual com a instalação da TV USP Piracicaba e com a prestação de serviços de apoio em áudio e vídeo e na recepção aos estudantes do ensino médio a partir do Programa Profissões na Esalq.

 

Em suas recentes trajetórias, essas iniciativas também já indicam números significativos. A TV USP já produziu mais 200 matérias, reportagens e programas especiais que retratam o ambiente universitário e também valorizam as atividades da comunidade.

 

No que se refere ao Programa Profissões na Esalq, que completou 05 anos de existência, configura-se como ferramenta estratégica de atendimento ao público jovem, proveniente da escola pública, muitas vezes carente de informações sobre acesso ao vestibular e à Universidade gratuita.

 

Desde 2011, o Profissões na Esalq já recebeu mais de 6 mil estudantes de Piracicaba e região, que tiveram a oportunidade de vivenciar um dia na Esalq, conhecendo suas belezas naturais, mas também a essência de sua excelência, presente em cada um dos 150 laboratórios de pesquisa e quase uma centena de grupos de extensão.

 

Em seus 15 anos, foram encaminhados mais de 3.300 releases, foram atendidas aproximadamente 10 mil solicitações de imprensa para entrevistas, posicionamentos e opiniões de especialistas da instituição acerca dos mais diversos temas relacionados às atividades de ensino, pesquisa, extensão e de utilidade pública. A atuação da Divisão de Comunicação atua em prol da visibilidade institucional e da promoção do dialogo produtivo da Esalq com a sociedade.

 

Gilmar Rotta ainda enfatiza que a quantidade dos números, no entanto, precisa ser traduzida, diariamente, em qualidade. Dar reconhecimento e visibilidade para uma instituição como Esalq, requer atenção, empenho e muita responsabilidade. Ser, de certa maneira, um dos aportes da instituição, conferindo à Divisão de Comunicação a obrigatoriedade de zelar pela referência, traço marcante dessa instituição mais que centenária, erguida sob a tradição e o pioneirismo daqueles que a construíram.

 

Histórico

 

Luiz de Queiroz, agrônomo e veterinário, decidiu abrir uma escola agrícola que pudesse ensinar as técnicas de cultivo corretas em Piracicaba. O principal motivo da decisão era a baixa qualidade do algodão fornecido à tecelagem que abrira na cidade. Apesar de seus esforços, acabou por doar ao governo do Estado as terras e os projetos de instalação da escola.

 

Em 1895 o secretário da agricultura, Dr. Jorge Tibiriçá, delegou ao engenheiro agrônomo belga Léon Morimont a tarefa de projetar e construir o edifício principal e as demais dependências da futura escola. Com a morte de Queiroz em 11 de junho de 1898, os anos se passaram e a escola estava relegada ao esquecimento.

 

No entanto, uma das cláusulas da doação marcava o prazo de dez anos para o início das atividades escolares, ou a devolução. Em 29 de dezembro de 1900 foi decretada a criação da Escola Prática São João da Montanha, numa casa alugada. Somente em 3 de junho de 1901 a escola foi finalmente inaugurada, já com Luiz de Queiroz como patrono.

 

Em 1905, o então presidente do Estado de São Paulo, Jorge Tibiriçá, e o secretário da agricultura, Carlos Botelho, reorganizaram a Escola e reiniciaram as obras. Problemas com a finalização do edifício principal acarretaram numa série de modificações no projeto original pela Diretoria de Obras Públicas, sob a responsabilidade do projetista José Van Humbeeck.

 

Contudo, a concepção original foi mantida: um longo edifício com cerca de 100 m, no centro organizador da principal área da escola, articulado por um lado, com a fazenda modelo (terreiro, destilaria, piscicultura), e por outro, com o posto zootécnico (jardim, cavalariças, criação de bicho-da-seda, galinheiro e pocilga modernos). Da proposta, somente o edifício principal com os dois anexos foi executado, os demais foram construídos em outros pontos da fazenda, enquanto a área prevista para a fazenda modelo e o posto zootécnico foi ocupada pelo parque.

 

O edifício principal foi concluído e inaugurado em 1907. A Esalq, estruturada inicialmente para o ensino médio, passou ao ensino superior em 1925. Com a fundação da Universidade de São Paulo em 1934, a Escola foi integrada à USP. Em 1945, passou por ampliação de sua área, construção e ampliação de edifícios, instalações, ginásio e residência.