Notícia

Folha.com

Gestos e postura ajudam a detectar e avaliar depressão

Publicado em 13 março 2016

Por Gabriel Alves
Você entra no consultório. Senta. Um pouco de conversa e de observação e o profissional já sabe: é depressão. Psicólogos e psiquiatras frequentemente se valem de uma certa intuição baseada em sua experiência –também conhecida como "olho clínico"– para bater o martelo sobre o diagnóstico de seus pacientes. "De frente com o paciente, percebendo a forma como ele olha pra você, é possível ter uma intuição diagnóstica. Há um retardamento, os movimentos são lentos e custosos e geralmente refletem bem o que a pessoa está [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.