Notícia

A Tribuna (Santos, SP)

Genoma I

Publicado em 23 julho 2000

O governador Mário Covas termina a semana anunciando que o Projeto Genoma Humano do Câncer, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e o Instituto Ludwig de Pesquisas, atingiu a marca de 500 mil seqüências de genes humanos expressas nos tumores de mais incidência no País. Genoma II Covas destaca que "o mais importante é que 270 mil dessas seqüências já foram colocadas em domínio público e poderão colaborar com o desenvolvimento de novas formas para combater a doença". Genoma III A pesquisa paulista coloca o Brasil como o segundo país do mundo no estudo do genoma humano, atrás apenas dos Estados Unidos. O objetivo agora é atingir um milhão de seqüências até o final do ano. Próximo passo I Conversando ao telefone com esta coluna, no final da tarde de sexta-feira, o professor Andrew Simpson, coordenador do Projeto Genoma Humano do Câncer, revelou que "o próximo passo da pesquisa é identificar a função do genes". Próximo passo II Segundo Simpson, "a partir da identificação dos genes acontecerão todos os avanços para as próximas décadas em termos de diagnóstico e tratamentos de câncer que ameaçam a vida humana". Próximo passo III O professor também revelou que "a pesquisa paulista está desenvolvendo um projeto inédito no mundo, chamado Genoma Clínico do Câncer, que permitirá a análise prática dos genes da doença pela comunidade médica". Próximo passo IV Com as informações do seqüenciamento genético será possível fazer diagnósticos precoces, mais precisos, que permitirão o uso racional das terapias já existentes e, depois, o desenvolvimento de novas terapias para fortalecer o arsenal de ferramentas contra o câncer.