Notícia

Agência USP de Notícias

Genes ajudam a identificar e combater a leucemia do vírus HTLV-I

Publicado em 19 setembro 2003

Por Pedro Biava
Para entender os mecanismos de desenvolvimento da leucemia induzida pelo Vírus Linfotrófico Humano (HTLV-I) e, conseqüentemente, buscar melhores métodos de tratamento e diagnóstico deste tipo de leucemia de células T humanas, um estudo apresentado ao Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP procurou identificar os genes envolvidos no processo de malignização e selecionou alguns que parecem ter grande importância para a ocorrência da doença. A leucemia de células T humanas, causada pelo HTLV-I, requer atenção no Brasil, visto que a infecção por este vírus apresenta grande incidência em algumas regiões do país. O estudo contou com o apoio da Fapesp e fez parte do doutorado defendido pela pesquisadora Yumi Hiraki, que comparou a expressão gênica de um grupo de pacientes com leucemia/linfoma de células T do adulto (ATLL) - uma forma de leucemia aguda causada pelo vírus -, com outro de indivíduos portadores de HTLV-I, sem qualquer forma manifesta da doença. Em pacientes nos quais a doença se manifesta, Yumi identificou menor quantidade de um inibidor do fator NF-kB quando comparado com a quantidade de inibidor em portadores. O NF-kB é importante por ser parte de uma das vias responsáveis pela proliferação de linfócitos. Em pacientes sem o vírus, tanto o fator quanto seu inibidor são encontrados em pequena quantidade. O vírus da leucemia de células T infecta a mesma célula que o vírus da Aids (HIV) e seu desenvolvimento é gradual, o que faz com que a doença só se manifeste após vários anos. Por isso os pacientes infectados enquanto são jovens, têm maior probabilidade de desenvolver a doença no futuro. Dos infectados na infância, 4 a 6% desenvolvem a doença na fase adulta, enquanto somente 0,5 a 2% dos infectados já quando adultos apresentam sintomas. A infecção crônica pelo vírus pode resultar no aparecimento de ATLL, um tipo de câncer. Quando a doença se desenvolve na forma aguda, a sobrevida é pequena, de cerca de 13 meses. A transmissão do vírus ocorre em transfusões, durante a amamentação, pelo contato sexual e também pelo uso de seringas contaminadas. A professora Nancy Amaral Rebouças, professora associada do Departamento de Fisiologia e Biofísica, orientadora de Yumi, ressalta a importância da pesquisa lembrando que a incidência em algumas áreas é bastante crítica: "No nordeste, cerca de 1% dos doadores de sangue apresentam o vírus, enquanto em São Paulo os números chegam a 0,4%. Nos EUA, por exemplo, os valores são muito menores, algo em torno de 0,0025%". Mais informações: (0XX11) 3091-7240 Cursos e Palestras - Eventos do IF O Instituto de Física (IF) da USP realizará nessa semana as seguintes atividades: Na terça-feira (23): Estudo da produção de estranheza em colisões nucleares de alta energia, seminário com Roberto Parra, às 13 horas. Geometria comutativa aleatória, colóquio com o professor Paulo Teotônio Sobrinho, às 16 horas. Dependência da energia no raio nuclear em colisões periféricas de ions pesados, seminário com a professora Cristiane Grala Roldão, às 17 horas. Na quarta-feira (24), será realizado o seminário Leis de escala da rugosidade local em modelos de crescimento, com a professora Anna Chame, às 14 horas. Na quinta-feira (25), estão programados: Modular localization of wigner particles, apresentação de resolução de problemas com Jens Mund, às 11 horas. Birrefringência ótica induzida por deformação filmes de elastômeros, seminário com Bruna Bueno Postacchini, às 15 horas. Propriedades dielétricas em sistemas amorfos, com Paulo V. A. Bergo, às 15 horas. Caos experimental no IFUSP, com o professor José Carlos Sartorelli, às 16 horas. Todos os eventos são gratuitos e abertos ao público. O IF fica na Rua do Matão, Travessa R, 187, Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações: (0XX11) 3091-6900 Qualidade de Vida Até quinta-feira (25) estão abertas as inscrições para o Curso Básico em Análise de Qualidade de Vida no Trabalho, que acontece nos dias 29 e 30, das 9 às 17 horas. Oferecido pela Fundação Instituto de Administração (FIA), ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, o curso objetiva aplicar o conceito de gestão de competências nos programas organizacionais. Além do direcionamento aos gestores de pessoas, o conteúdo atrai profissionais das áreas de Saúde e Segurança no Trabalho como engenheiros, médicos, psicólogos e administradores. A taxa cobrada é de R$ 524,44. A FEA fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações: (0XX11) 3091-5908 / 3814-2375, ou pelo site http://www.fia.com.br/progep Sábados com Fernando Pessoa A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP está com inscrições abertas até 2 de outubro para o curso Sábados com Fernando Pessoa, que ocorre de 4 de outubro a 1 de novembro, das 11 às 12h30 e das 14 às 15h30. A atividade integra o Seminário Acadêmico e terá, ao todo, duração de 15 horas. O público-alvo preferencial é composto por alunos da FFLCH que cursaram Literatura Portuguesa V no 1º semestre de 2003, mas interessados em geral podem se inscrever nas 100 vagas disponíveis. A taxa é de R$ 20,00 e pode ser paga no local das atividades, na Av. Professor Luciano Gualberto, 403, Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações: (0XX11) 3091-4502 Especialização em Língua Inglesa O Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP oferecerá os módulos III (Habilidades Orais II) e IV (Redação) do Curso de Especialização em Língua Inglesa. Para ambos, a taxa é de R$ 100,00, e as inscrições serão recebidas nos dias 2 e 3 de outubro, para alunos de outros módulos, 6 de outubro para professores da rede pública, 7 de outubro para professores da rede particular, 8 para graduados em Letras e 9 para demais interessados. O Departamento de Letras Modernas na FFLCH fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, 403, Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações: (0XX11) 3091-5041