Notícia

As Coisas Mais Criativas do Mundo

Gel feito por brasileiro promete tratar lesões de herpes em 1 dia

Publicado em 05 janeiro 2018

Um gel surgido por “acidente” pode ser o novo aliado no tratamento da herpes labial. O produto promete secar em apenas um dia as incômodas feridinhas que a doença produz, geralmente, na boca, segundo o pesquisador e professor de odontologia da USP de Ribeirão Preto Vinícius Pedrazzi.

Durante o atendimento a uma paciente que estava com herpes, ele usou um anestésico nas lesões para amenizar o desconforto que ela sentia. Algumas horas depois, a paciente o avisou que as lesões haviam sumido, relatou ele ao jornal "Folha de S.Paulo".

Curioso com o resultado inesperado, o professor iniciou uma pesquisa, que hoje envolve 115 pacientes e conta com apoio da Fapesp e do CNPq. Segundo Pedrazzi, em mais de de 80% dos casos a formulação tem obtido eficácia. Nos demais pacientes, embora não haja sucesso total no desaparecimento da lesões, há melhora no quadro clínico. O professor avalia que o gel bloqueie a ação viral por um processo de envelopamento, impedindo que o vírus se replique.

Existem medicamentos para tratar herpes labial. Se aplicados no início da manifestação, eles costumam acabar com os sintomas da doença entre três e quatro dias. Sem tratamento, as feridas levam, em média, uma semana para desaparecer.

A nova droga deve ser patenteada em breve. Segundo o professor, já há uma empresa interessada na sua fabricação.

A herpes tipo 1 afeta cerca de 3,7 bilhões de pessoas com menos de 50 anos no mundo, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por QSocial