Notícia

Notícias do Mundo

Gasto global de TI para acumular US$ 3,92 bilhões

Publicado em 10 março 2021

Por noticiasdomundo

A crise do Covid-19 forçou corporações e organizações em todo o mundo a impulsionar a digitalização de seus negócios, já que pinturas remotas e ensino a distância são essenciais para o isolamento social. De acordo com uma pesquisa executiva global realizada através da McKinsey, a digitalização das Interações de Visitantes e da Cadeia de Origem acelerou de 3 a 4 anos, enquanto a participação de produtos virtuais ou virtuais em seus portfólios é esperada para sete anos. Com o aumento do uso de respostas e serviços virtuais, os gastos globais de TI devem ter sucesso em US$ 3,92 trilhões em 2021, um acúmulo de US$ 228 bilhões em um ano, de acordo com a Stock Apps.

Em um mundo pós-pandemia, que atinge maior adoção de pinturas remotas e pontos de contato virtuais, as empresas vão querer continuar impulsionando seus planos de transformação virtual. Para o Gartner Group, os gastos globais de TI continuarão a crescer e ter sucesso em mais demanda por tablets e laptops devido a tintas remotas e ensino a distância deve levar a uma expansão impressionante no segmento de dispositivos. As estatísticas mostram que os gastos globais com computadores, tablets, celulares e impressoras devem aumentar 8%, para US$ 705,4 bilhões até 2021, os sistemas de dados intermediários devem crescer 6% em 2021 e ter sucesso em US$ 228 bilhões em gastos globais.

***

TENDÊNCIAS NA AMÉRICA LATINA

A IA possivelmente estaria dirigindo substituição em Los Angeles, mas sua adoção está apenas começando

A Everis, consultoria empresarial do NTT DATA Group, e a Endeavour, rede de empreendedores em escala, publicaram o relatório “O Impacto da Inteligência Artificial no Empreendedorismo na América Latina”. A resolução para a revisão baseou-se no fato de que o recurso é, ultimamente, o motor da transformação tecnológica que concentrará grande parte da produtividade econômica e, portanto, da expansão dos países. Segundo a pesquisa, o uso de IA é maior no setor de software e negócios (39% da amostra), seguido pela indústria e varejo (12%), fitness (7%) marketing monetário (7%) (7%). Outros segmentos, como educação, agricultura, infraestrutura, entretenimento, transporte e logística, também têm notado invenções significativas com a implementação da geração em diversos aspectos.

O uso da IA aumentou de 32% em 2018 para 48% em 2020, segundo o Índice de Inovação e Crescimento (INICIA), método que avalia critérios como o ano de fundação, o grau de adultidade das corporações, volumes de vendas, empregos gerados e investimentos recebidos. No Brasil, onde há o maior número de corporações de IA na América Latina (42% do total), o número de empresas de geração aumentou de 120 em 2018 para 206 em 2020. “Essa tendência de expansão O uso da IA na nova situação global torna a geração importante para o desenvolvimento de negócios e países, possibilitando a automação e o controle efetivo das operações omnichannel e do atendimento ao visitante, gerando inegáveis benefícios econômicos e sociais”, afirma Evandro Armelin, Gerente de Dados.

A expansão do mercado de inteligência artificial também foi destacada pelo volume de vendas de profissionais de marketing latino-americanos, que a Endeavour Intelligence estima em cerca de US$ 4,2 bilhões, e a quantidade de investimento que obteve, cerca de 2,2 bilhões de empregos. A progressão da IA ainda está em um nível inicial na região. Os principais sinais de falta de vida adulta são o fato de que 55% dos especialistas em marketing iniciaram seus negócios entre 2014 e 2017, ou seja, estão no mercado há alguns anos, e que o investimento médio em won permanece baixo, em torno dos Estados Unidos, 528 mil dólares.

Ataques a indústrias que estão fazendo esforços para o duplo Covid-19

A IBM Security, especializada em produtos e serviços de segurança corporativa, lançou recentemente o X-Force 2021 Threat Intelligence Index, que destaca a evolução dos ataques cibernéticos em 2020, à medida que os líderes de risco buscavam alavancar demandas socioeconômicas, publicitárias e políticas. situações causadas pela pandemia Covid-19. Os atacantes direcionaram seus ataques contra organizações importantes para os esforços globais de reação do vírus, como hospitais, fabricantes médicos e farmacêuticos e corporações de energia que estão empurrando a cadeia de origem para combater a pandemia.

De acordo com o relatório, os ataques cibernéticos às organizações de saúde, produção e energia dobraram em relação ao ano passado, com ameaças direcionadas a organizações que podem não estar expostas à ameaça de interrupção de processos médicos ou a uma cadeia de fontes essenciais. “A pandemia remodelou o que hoje é considerado uma infraestrutura crítica e os invasores a entenderam. Muitas organizações tiveram que estar na vanguarda dos esforços de ajuda pela primeira vez, seja para estudos sobre o Covid-19, uma fonte de alimentos e vacinas. “A vitimização dos atacantes evoluiu à medida que ocasiões pandêmicas se desenvolveram, uma vez atrás, indicando a adaptabilidade, engenhosidade e paciência das partes conflitantes ao ciberespaço. “

O diagnóstico também mostra que a pandemia levou à falsificação de grandes marcas como Google, Dropbox, Microsoft, Amazon e PayPal, e que os atacantes estão acelerando a migração para o Linux, que pode ser executado sem problemas em plataformas, adicionando ambientes em nuvem.

***

O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA?

Ex-Home Hero movimenta R$300 milhões em 2021

Home Hero, um mercado de renovação que em consonância com a criação da comissão de arquitectura para o controlo das pinturas, anuncia um reposicionamento do logótipo e adapta o seu chamado a Vobi. A plataforma SaaS visa capacitar pequenos profissionais da indústria, como arquitetos e designers, por meio da solução de problemas de produtividade e receita, enquanto os prepara para o ‘novo normal’. Em 2021, a startup planeja ter sucesso em 300 milhões de reais em alocações controladas por meio da plataforma. “Descobrimos que os mais de 2. 000 parceiros do Home Hero foram atingidos por tarefas manuais e repetitivas, empregando paconsistentes e, na melhor das hipóteses, destacando-se como a ferramenta de pintura número um. Eles não tiveram tempo para se concentrar em seu negócio principal e expandir seus negócios. Foi aqui que vimos a oportunidade de ajudar estes pequenos comerciantes e também de expandir o nosso impacto no setor, aproveitando o nosso know-how e a nossa disposição tecnológica ”, explica Ythalo Silva, CEO da Vobi. Lançado oficialmente no final de janeiro, o Vobi já conta com mil usuários e, desde outubro, quando entrou em beta, está expandindo em 50% no mês. Com a plataforma, o profissional pode gerenciar e centralizar todas as etapas de uma tarefa de forma online e intuitiva. É possível, por exemplo, fazer orçamentos de forma automatizada, acessar um catálogo de mais de 50. 000 produtos, gerenciar faturas e dar acesso a consumidores finais para que fiquem com o avanço das tabelas.

Agentes robôs vendem imóveis

No setor imobiliário genuíno, chatbots e assistentes virtuais são usados ??como equipes para ajudar os agentes a atrair leads, tornar a comunicação mais eficaz e gerar perspectivas de vendas. A Botmaker, empresa de tecnologia voltada para a automação de vendas e atendimento ao visitante, e Lopes promoveram a automação do portal de atendimento ao corretor de imóveis genuíno, criando chat habilitado para toque e funcionalidade WhatsApp. Ao acessar o site do Lopes, o visitante preenche um formulário com seus principais pontos de contato e tem 4 opções de backtracking: telefone, email, WhatsApp e chat, os dois últimos incorporados através do Botmaker. O bot recebe e identifica automaticamente o conhecimento e encaminha o potencial cliente para uma corretora online do sistema, seguindo uma fila. Graças a duas APIs, que reconhecem o login do corretor e o tipo de produto, o profissional se dirige ao cliente. “Graças a essa solução, avançamos na interação dos visitantes com nossos agentes, otimizando os tempos de atendimento e aumentando a qualidade”, afirma Renan Godoi, Gerente de Produto da Lopes. De acordo com o corporativo, houve uma expansão significativa na geração de leads desde a implantação do novo portal.

Netshoes se baseia em vídeos de campanha

A Netshoes, uma das principais empresas de e-commerce esportivo do Brasil, está investindo na nova solução de streaming de anúncios de vídeo da RTB House, que utiliza algoritmos de deep learning, o ramo mais complexo de inteligência sintética, para otimizar os efeitos das cruzadas publicitárias. A alocação inicial superou a meta em 21% e gerou mais que o dobro do compromisso esperado, superando a meta proposta da CTR de 120%. Houve também um aumento de 10% na visibilidade e um aumento de 6% na taxa completa de vídeo. “Anúncios de vídeo classificados fizeram a diferença em nossa estratégia de conscientização, tornando nossa cruzada mais atraente. Ao mesmo tempo, a geração de deep learning e a ajuda consultiva da RTB House foram fundamentais para construir nossas métricas e o usuário se deleitou com isso. Ainda não é verdade para nós. Tudo isso em um mês muito competitivo para o mercado”, diz Luciana Tanaka, Head de Marketing de Funcionalidade da Netshoes.

Danone cria portal que traz geração e inteligência virtual

Diante da nova configuração dos consumidores, a Danone, empresa multinacional de lácteos, lançou um portal de controle de lojas baseado em inteligência de conhecimento, com informações, estudos, tendências de mercado e equipamentos para os mesmos. em sua atividade. Batizada de GC Danone, a plataforma, lançada, combina geração e inteligência de mercado por meio de um organizador de gôndola virtual, no novo conceito de exposição criado pela empresa e batizado de PDV do Futuro. O formato fornece probabilidades de organização de produtos por meio de outros planogramas, o que permite uma maior comparação entre marcas, custos e propostas de produtos semelhantes, agrupando-os por seus benefícios e facilitando o deleite do cliente no ponto de venda. Tudo é feito com base em informação, conhecimento e pesquisa através dos sistemas de controle que estão no portal. A GC Danone também oferece aos lojistas equipamentos para usar revistas de coleção, além de tecidos sabedoria para os demais segmentos da categoria. Os usuários potenciais da plataforma são lojas com operações estruturadas em locais de minimercado, supermercados regionais ou comunitários.

99 lançamentos exclusivos para mulheres

Na segunda-feira (8), o aplicativo de transporte 99 introduziu uma categoria exclusivamente para mulheres em todo o país chamada 99Mulher, a ferramenta permite que as forças motrizes tragam apenas passageiros. O recurso é ativado através de um botão no aplicativo e pode ser desativado em Durante os testes de eficiência realizados em fevereiro, o 99Mulher não relatou nenhum caso relacionado à segurança. A iniciativa também ajudou a reduzir o assédio em 5%, composto por milhões de execuções, entre julho e dezembro de 2020. Verificação Facial Os passageiros são informados de que uma força motriz exclusiva foi enviada para mulheres.

Streaming Paramount chega ao Brasil

A ViacomCBS Networks Americas acaba de apresentar seu novo serviço de streaming: a ParamountArray, que transmitirá produções da rede de televisão Showtime. O catálogo apresenta lançamentos originais como as séries “The Good Lord Bird”, “The Comey Rule” e “Escape at Dannemora”. , dirigido por Ben Stiller. Com mais de 5. 000 horas de conteúdo, a plataforma também apresenta uma extensa coleção de conteúdos antigos, como “NCIS”, “Todo Mundo Odeia o Chris” e “A Boa Esposa”, além de produções originais e brasileiras. da MTV e Comedy Central, com “De Férias com Ex Brasil” e a nona temporada de “A Culpa e do Cabral”, e sistemas da Nickelodeon como “Top Wing” e “Tyler Perry’s Young Dylan”. O novo Paramount estará disponível na página online e nos aplicativos para iOS e Android. O pagamento mensal de assinatura do serviço é de R$19,90.

Stefanini inaugura centro de operações de segurança na Romênia

A Stefanini, multinacional brasileira que investe em geração e inovação para encontrar verticais-chave e seus consumidores no processo de transformação virtual, está expandindo sua cibersegurança abrindo seu Centro de Resistência (SOC) na Romênia. atender aos desejos dos consumidores na Europa, África e Oriente Médio. O novo SOC funcionará a partir de Bucareste e já tem 1. 500 cibersegurança existentes, com a perspectiva de triplicar sua força de trabalho até o final do ano, com uma expansão de 120% do plano consistente com o ano, enquanto o mercado deve crescer para 12% até 2021. “No Grupo Stefanini, esperamos uma forte expansão biológica, que dobrará com base em uma estratégia de negócios e compras bem definida na Europa e em todo o mundo”, disse Farlei Kothe, CEO da Stefanini EMEA. Pelo menos dois novos desenvolvimentos em nosso portfólio a cada ano. anunciar uma nova aquisição na Romênia”, acrescentou.

***

Crescimento

Startup brasileira de biotecnologia cresce 437% em 2020

A Decoy Smart Control, desenvolvedora de respostas biológicas para pestArray, registrou um aumento de 437% nos lucros entre 2020 e 2019. Desde sua criação, em 2015, a startup já arrecadou R$ 1,8 milhão em investimentos pessoais e, no passado, ganhou R$ 810 mil em orçamento público da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Com projetos consolidados no setor agroalimentar por meio de respostas de carrapatos de carne, a Decoy também está investindo em tecnologias para os mercados de aves e apicultura, além de fornecer respostas aos jumpers e carrapatos para animais de estimação.

Kangu expande em 280% os problemas de entrega

Durante a pandemia, a construção do e-commerce brasileiro aumentou 73,88%, segundo a Câmara Brasileira de Economia Digital, beneficiando não só quem vende, mas também toda a rede conectada às entregas. que acelera e diminui a entrega de produtos, fornecendo uma rede de transportadoras e os chamados Kangu Points (pequenas corporações que bem-vindos), passou de 1. 700 distribuidores de e-commerce no início de 2020 para 40 mil. foi um aumento de 280% nas emissões da Kangu, de 1. 400 no início do ano passado para 4. 000 em todo o país. “Com base no preceito de fornecer embarques mais baratos, duráveis e mais convenientes, toda a expansão da nossa rede de emissões tem um efeito positivo incrível e traz mais acesso e autonomia ao vendedor. Continuaremos expandindo nosso sucesso nacional e internacionalmente”, disse Marcelo Guarnieri, diretor geral da Kangu.

Stark Bank relata expansão de 600% no uso do PIX

Depois de ser a primeira empresa fintech do país a oferecer PIX à API do Mercado Corporativo, o Stark Bank, especialista em fintech de open banking B2B, registrou um aumento de 600% no uso desse método de pagamento instantâneo através de consumidores como o Loft. Rappi, Buser, Colgate e Ingresse, essa expansão já significa que a modalidade representa 25% do total de transações feitas por meio de fintech.

Vendas multicanais da Imaginarium atingem um terço do total

A adoção de projetos e movimentos omnichannel resultou na expansão das vendas multicanais das marcas do Grupo Uni. co, que inclui marcas de imaginário, puket, mente e amor stores. In 2020, a taxa de vendas multicanal da Imaginarium foi de 32,25% – um terço do total – indicando um acúmulo de mais de 18% em relação ao ano passado. , quando o diretor virtual médio é de 14%. Uni. co Grupo, Simone Sancho, diz que os números são basicamente resultado de investimentos de geração e compromisso dos franqueados com o processo. Para ele, o maior desafio é mostrar aos franqueados que o estilo omnichannel ganharia vantagens para todos os envolvidos.

***

Fundos

Ark Mobility recebe uma soma de 18 milhões de reais

A Arca Mobility as a Service, empresa de geração especializada na progressão das respostas virtuais voltadas à mobilidade do usuário, alcançou 18,2 milhões de reais em recursos monetários dos investidores, contribuindo para que a empresa traga a plataforma Embarca até o início de 2021, solução que conecta clientes, operadores e motoristas com uma política abrangente de operar em todos os mercados de sucesso de forma 100% legalizada. Para Felipe Gulin, fundador e CEO da Arca, esse interesse dos investidores comprova o potencial da empresa. “Estamos desenvolvendo e entregando novas funcionalidades, priorizando o prazer do usuário e trazendo décadas e décadas de cultura junto com a inovação tecnológica. chama a atenção, e a enorme perspectiva que a Arca tem no mercado hoje é mais do que óbvia”, disse o executivo. Eu adicionei.

Olist investe em startup de e-commerce transfronteiriço

A Olist, startup com um projeto para dar vida ao comércio por meio de um ecossistema de respostas de vendas que combina geração e inteligência de mercado para o e-commerce, anunciou investimentos na nocnoc, startup que permite a comercialização de produtos de fornecedores estrangeiros nos mercados latino-americanos. O orçamento será destinado à expansão da empresa, com o objetivo de atrair novas habilidades dentro das equipes de produto e geração, além de fornecer suporte estratégico e operacional, orientado para a boa sorte da startup e o escalonamento de suas operações. Para o nocnoc, a contribuição será essencial para levar crédito para a rede global, mas com uma específica no Brasil. “Especialmente no Brasil, aplicaremos na coleção de artigos, localização e inovações logísticas e, assim, perceberemos o hábito do consumidor brasileiro”, explica Ilan Bajarlia, CEO e co-fundador do nocnoc.

Trenó recebe 7 milhões de reais da Astella Investimentos

A Sled, plataforma que simplifica as transações monetárias na negociação física, acaba de ganhar um novo aporte da Astella Investimentos no valor de R$ 7 milhões, e em agosto de 2019, a startup já havia ganho 2,5 milhões de reais com o mesmo fundo. você precisa incorporar mais processos monetários através da conexão com a fórmula do dinheiro físico de varejo, e estar oferecendo mais de um produto exclusivo no mercado, além de fazer um investimento para atrair novos talentos.

Ex-XP 4,8 milhões de reais é parceira de fintech

A Ulend, fintech especializada em empréstimos não públicos (P2P), acaba de garantir um investimento de 4,8 milhões de reais de 3 exsocios da XP Investimentos, que irá para a criação de um fundo de investimento em direitos creditórios, no qual diversos investidores agrupam seus recursos em um investimento não incomum, a fim de atender ao edital de empréstimos e criar novos produtos para os clientes da plataforma. Em 2020, a fintech fechou o ano com uma carteira de 39 milhões de reais, representando 354% do acumulado no último ano. Em termos de novos investidores, o acúmulo é de 61% em relação a 2019. Embora este seja um novo mercado, peer-to-peer fez progressos significativos no ano pandemia. Até 2021, a Ulend deve crescer 287% em relação a 2020, com uma carteira de 112 milhões de reais.

Agrisolus é a mais nova tecnologia agrícola investida através da KPTL

Fundada internamente no Paraná em 2016, a Agrisolus nasceu como solução para o mercado de cereais e descobriu uma área de aves de capoeira para expandir sua operação. O ápice desse pivô levou a empresa a uma verdade tangível de geração e inovação, trazendo inteligência sintética para fazendas e frigoríficos. Seus principais consumidores vêm com a GT Foods, especializada em frangos de corte, e a Mantiqueira, indústria responsável pela geração de ovos. Acreditando na perspectiva da Agricolus, a gestora de capital de risco KPTL acaba de anunciar um investimento na empresa, com orçamento de seu Fundo Agro, que continua desenhando um orçamento e já conta com investidores como a Tridon Participaes, o círculo de familiares do grupo Jacto. . Assim, a KPTL atinge assim 10 agtechs em seu portfólio, totalizando 53 empresas. “A fórmula de detecção nos serviços de aves Agrisolus é o que nossa empresa está procurando, permitindo uma substituição na forma como as aves são tratadas. Ao mapear todos os eventos ambientais e de controle, podemos corrigir processos e procedimentos para maior desempenho técnico e monetário”, diz Cesar Assmann, Diretor de Operações da GT Foods.

***

IMPACTO SOCIAL

Empresas da Accenture e Salesforce abraçam a sustentabilidade

A Accenture, uma empresa global de soluções profissionais virtuais, nuvem e instalações de segurança, e a Salesforce, especializada em CRM e treinamento virtual, expandiram a parceria global para ajudar as empresas a integrar conceitos de sustentabilidade em seus negócios. atividades, atender às expectativas futuras dos clientes e partes interessadas e contribuir para o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). Com o Sustainability Cloud, um produto de contabilidade de carbono para corporações que lideram a ação climática, e o Sales Customer 360, uma plataforma de rastreamento e agendamento de visitantes, seja da Salesforce, as empresas colocarão a sustentabilidade na vanguarda e fornecerão Array em tempo real. , Para gerentes C-Suite. , a visibilidade do conhecimento ASG (ambiental, social e governança). Como resultado, os clientes serão capazes de rastrear, medir e agir em uma variedade de iniciativas de sustentabilidade, agregando relatórios de emissões de carbono, criando experiências positivas para o cliente, reunindo requisitos regulatórios e abordando a sustentabilidade. novos modelos de negócios. Além disso, terão acesso a uma ferramenta confiável para uma visão 360 graus dos efeitos de suas empresas no meio ambiente, ajudando-os a compartilhar conhecimentos sobre o clima de forma transparente com seus investidores.

Leroy Merlin se junta à Ironhack no programa dos trabalhadores

A Leroy Merlin, uma das maiores redes varejistas brasileiras especializadas em reforma de casas, fez parceria com a Ironhack São Paulo, escola global especializada em educação e programação de geração, para oferecer bolsas de estudo aos trabalhadores e exercê-las para a geração da empresa. , o programa oferecerá bolsas de estudo para 97,5% a 15 trabalhadores interessados em fazer cursos. A ação será direcionada para a base da empresa, já que a intenção do programa é permitir que a equipe enfrente as situações exigentes que surgem através da geração.

Ambipar investe em carro elétrico para emissões de CO2

O Grupo Ambipar, formado por meio da Ambipar Meio Ambiente e Da Ambipar Resposta, entregou um carro elétrico aos seus equipamentos na fábrica da Votorantim Cimentos em Salto do Pirapora, interior de São Paulo, para uso em suas operações internas da empresa. utilizar o veículo máximo sustentável, com o objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera. A iniciativa é uma atribuição piloto da Ambipar e faz parte do programa Carbon Zero, que inclui uma série de movimentos que contribuem para uma economia de baixo carbono.

Plataforma de crowdfunding investe em motocicletas de funcionários

Para garantir a saúde física e intelectual da Covid, o bem-estar e o alívio das ameaças no transporte público, a SMU Investimentos, em parceria com a startup de mobilidade urbana E-Moving, oferecerá motocicletas elétricas a todos os seus pintores. CEO da SMU, oferecer esse mérito a toda a equipe de pintura é passar para a frente, onde o maior trunfo das corporações são os próprios pintores. Além da aliança institucional, a SMU, plataforma de crowdfunding selecionada através do E-Moving para sua primeira arrecadação de fundos. , que pretende ter sucesso em 1,6 milhão de reais.

***

BOA TECNOLOGIA

Outros jovens estendem a aplicação do protótipo para outros com epilepsia

Com a tarefa de transformar outros jovens em líderes e obter melhores resultados, a Rede de Negócios Juniores de São Paulo (NSP) criou uma atribuição com acadêmicos universitários para o desenvolvimento de atribuições. No NSP, acadêmicos de universidades empreendedoras de São Paulo desenvolveram o Helplepsia, um protótipo de aplicativo que contém dados para ensinar outras pessoas com epilepsia em tempos de crise. A plataforma também registra dados vitais para atendimento médico e ajuda no controle de medicamentos. A organização investiu mais de quatro milhões de reais em treinamentos de empreendedorismo, recursos que resultaram em movimentos como o Helplepsia.

NVIDIA Enterprise e Dasa expandem o conjunto de regras para COVID-19

Diante do avanço da pandemia no Brasil e no mundo, a NVIDIA Enterprise está liderando um experimento para expandir um conjunto de inteligência sintética sem regras capaz de auxiliar no combate a instâncias opostas do Covid-19 com um formato único de aprendizagem unificada (aprendizagem federada). A estratégia foi criar uma rede de mais de 20 hospitais, laboratórios de estudos e universidades em todo o mundo. No Brasil, participou Dasa, especialista em diagnóstico clínico. “Utilizamos radiografias de tórax e conhecimento clínico para construir um conjunto de regras que prediz se o paciente hospitalar vai querer uma intubação ou não, por exemplo. No cenário de uma pandemia, isso otimiza o controle correto dos leitos e é vital para os hospitais ”, explica Felipe Kitamura, chefe de inteligência sintética da Dasa. Graças à agilidade no processamento do conhecimento, foi concebível expandir um conjunto de regras em apenas duas semanas, alcançando 94% de assertividade. Além da Dasa no Brasil, o National Children’s Hospital em Washington, D. CArray; a Universidade da Califórnia, San Francisco; VA San Diego; Universidade de Toronto; Memorial Sloan Kettering Cancer Center em Nova York; Hospital das Forças de Defesa Central em Tóquio; Faculdade de Medicina da Universidade Chulalongkorn na Tailândia, entre outros.

 

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Forbes Brasil online MSN Meio & Negócio Nas Notícias Nas Notícias