Notícia

TV Folha

Garimpos em MT põem em xeque capacidade de fiscalizar mineração

Publicado em 26 setembro 2019

Até 1973, o rio Peixoto de Azevedo, perto da divisa de Mato Grosso com o Pará, era habitado por índios isolados da etnia panará. Passadas mais de quatro décadas, o curso d’água perdeu a proteção da floresta e hoje corre cercado por centenas de buracos e terra exposta deixados pela mineração de ouro, intercalados por pastagem e soja.

Nem mesmo a criação de uma reserva garimpeira pelo governo federal, em 1983, e a introdução do licenciamento ambiental evitaram o cenário de terra arrasada e a persistência da exploração ilegal.

Assista abaixo vídeo com entrevista do biólogo da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq-USP) Ricardo Rodrigues

 

Assine a TVFolha https://goo.gl/EBg4ag

Leia mais na Folha https://folha.com/g9z6moyt

Instagram https://www.instagram.com/folhadespaulo/