Notícia

Folha.com

Garimpo de ouro no rio Madeira deixa rastro de poluição por metais tóxicos

Publicado em 26 março 2019

Por Elton Alisson, da Agência FAPESP
Apesar de ter entrado em declínio a partir de 1985, o garimpo de ouro em minas de aluvião nas margens e leito do rio Madeira tem deixado um rastro de poluição por metais tóxicos no maior afluente do rio Amazonas. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Rio Claro, em parceria com colegas da Queensland University of Technology, da Austrália, encontrou um nível relativamente alto de mercúrio acumulado em sedimentos de lagos do rio Madeira – gerado pela extração artesanal de ouro. Os [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.