Notícia

Folha.com

Fungo dizimou populações de 501 espécies de anfíbios no mundo

Publicado em 28 março 2019

Por Karina Toledo | Agência FAPESP
Um fungo microscópico de hábitos aquáticos é o responsável pela maior perda de biodiversidade atribuível a um único patógeno em toda a história, afirmaram cientistas na revista Science nesta quinta-feira (28). Causador de uma doença infecciosa conhecida como quitridiomicose, o microrganismo provocou, nos últimos 50 anos, declínio nas populações de pelo menos 501 espécies de anfíbios. Em alguns casos, as espécies ficaram restritas a menos de 10% da sua distribuição original. Acredita-se que 91 delas tenham sido completamente [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.