Notícia

Agência C&T (MCTI)

Fundação recebe propostas de cooperação científica no exterior

Publicado em 14 janeiro 2008

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) abriu chamada de propostas para cooperação científica entre as instituições participantes do Programa Regional de Ciência e Tecnologia da Informação e da Comunicação para a América do Sul (STIC-Amsud).

O Programa STIC-Amsud é uma iniciativa da França em parceria com Argentina, Brasil, Chile, Peru e Uruguai e visa incentivar a colaboração em pesquisa e desenvolvimento em computação e tecnologias da informação e comunicação.

Entre os objetivos da chamada está desenvolver instrumentos que facilitem o intercâmbio de pesquisadores e o compartilhamento de resultados de pesquisa e favorecer sinergias com outros programas regionais e multilaterais na área, em particular os da Comissão Européia.

Podem participar da chamada pesquisadores responsáveis por Auxílios a Pesquisa da Linha Regular, Projetos Temáticos, Apoio a Jovens Pesquisadores ou por Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) financiados pela Fapesp.

A Fundação poderá apoiar, nas solicitações aprovadas, o intercâmbio de pesquisadores com até 5 mil euros por ano por projeto selecionado. Os recursos deverão ser usados necessariamente com despesas de mobilidade (passagem e diárias para o pesquisador do Estado de São Paulo ir ao país da instituição parceira).

A chamada está aberta a todos os temas relevantes no âmbito das tecnologias da informação e da comunicação. As propostas devem ser apresentadas à Fapesp até o dia 15 de maio de 2008, por pesquisadores do Estado de São Paulo. Devem estar associadas a, no mínimo, uma equipe francesa e uma sul-americana, além da equipe paulista. As propostas deverão estar na forma de uma solicitação de aditivo a projeto em andamento.

Cada projeto deverá ter a duração de no máximo dois anos e sua vigência não poderá exceder a vigência do projeto de pesquisa ao qual o aditivo se vincula.


Bolsas

Desde o último dia 1º, bolsas de Pós-Doutorado (PD) da Fapesp podem ser solicitadas como parte integrante do orçamento dos Projetos Temáticos. A medida tem como objetivo estimular a participação e a vinculação de bolsistas de pós-doutorado a Projetos Temáticos, além de aperfeiçoar e agilizar rotinas relativas à indicação e seleção de bolsistas vinculados a esses projetos.

Bolsas PD vinculadas a Projetos Temáticos poderão continuar a ser solicitadas em propostas específicas, seguindo os procedimentos tradicionais da Fapesp. Nos dois casos deverão ser observadas as regras da Fapesp para o Programa de Bolsas de Pós-Doutorado, disponível no site.

A proposta de Projeto Temático poderá conter como item do orçamento proposto uma cota de bolsas PD, expressa no campo correspondente do formulário de solicitação inicial. Para cada bolsa PD solicitada deverá ser apresentado, juntamente com o Projeto de Pesquisa e como um anexo desse, um Plano de Atividades (de até quatro páginas) para o candidato à bolsa.

Na concessão inicial, o período de vigência das bolsas poderá ser de até 24 meses. Poderá haver renovação por mais dois períodos de até 12 meses cada um, totalizando, no máximo, 48 meses de duração. As bolsas outorgadas em regime de substituição terão o tempo de vigência restante da bolsa anteriormente concedida.