Notícia

IG

Fumo passivo e crianças

Publicado em 17 maio 2006

Por Agência FAPESP
Agência FAPESP
Substâncias químicas com potencial de causar câncer foram encontradas na urina de quase metade das crianças de pais fumantes, de acordo com nova pesquisa divulgada nos Estados Unidos.
Pesquisadores do Centro de Oncologia da Universidade de Minnesota estudaram 144 crianças pequenas, filhas de pais fumantes — mães, pais ou ambos —, e identificaram a presença de NNAL (4-(metilnitrosamina)-1-(3-piridil)-1-butanol), uma substância carcinogênica, na urina de 47% da amostra. O NNAL é produzido no corpo humano a partir do NNK (4-(metilnitrosamina)-1-(3-piridil)-1-butanona), contido no tabaco.