Notícia

IG

Fuga do tratamento

Publicado em 03 março 2006

Agência FAPESP
Mesmo entre os indivíduos assintomáticos, o colesterol alto serve como um indicador de que doenças cardíacas podem surgir em um intervalo curto de tempo, em menos de cinco anos, por exemplo. Essas taxas elevadas podem aumentar em até 30% o risco de problemas no coração.
Apesar disso, como mostra um recente estudo realizado por pesquisadores de diversas universidades norte-americanas, mais da metade dos pacientes ignoram o problema. A análise, feita em 6.814 pessoas de seis comunidades, revela que 54% dos que precisavam tomar remédios para baixar o colesterol não o fizeram.