Notícia

Jornal Brasil

Fórum Econômico Mundial destaca inovação de empresa brasileira

Publicado em 02 setembro 2013

Por Agência FAPESP

A empresa Bug Agentes Biológicos, com sede em Piracicaba, interior de São Paulo, foi uma das 36 startups consideradas "pioneiras em tecnologia" pelo Fórum Econômico Mundial.

Fundada por estudantes de pós-graduação da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), com apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), a empresa produz e vende agentes de controle biológico, como vespas que parasitam ovos de pragas das culturas de cana-de-açúcar e soja.

Em 2012, a empresa foi considerada uma das mais inovadoras do mundo pela revista americana Fast Company.

"É um orgulho muito grande ser o único representante brasileiro entre as empresas mais inovadoras do mundo", disse Diogo Carvalho, CEO da Bug. "Somos pioneiros no uso de insetos para controle de pragas em plantações de soja e cana-de-açúcar. Para nós, é muito importante o reconhecimento de uma organização internacional como o Fórum Econômico Mundial."

O programa "Technology Pioneers" do Fórum Econômico Mundial elege, desde o ano 2000, as startups mais inovadoras de todo o mundo, envolvidas com design, desenvolvimento e implantação de novas tecnologias. A nomeação oficial das empresas escolhidas este ano pelo programa ocorrerá durante a Reunião Anual de Novos Campeões, na China, em 12 de setembro.

Mais informações sobre o programa Technology Pioneers do World Economic Forum no site www.weforum.org/techpioneers.

Fonte: Agência FAPESP