Notícia

Esteta

Fórum Biovision reúne acadêmicos, líderes empresariais e políticos em Lyon

Publicado em 22 março 2013

Começa no próximo domingo (24/03) em Lyon, na França, a 8ª edição do Fórum Mundial de Ciências da Vida Biovision. O evento reunirá tomadores de decisão dos setores acadêmico, da iniciativa privada e da sociedade civil e de gestores ou formadores de políticas públicas com o objetivo de estimular o debate e a transformação de ideias inovadoras em soluções para o benefício da sociedade.

Organizada bienalmente desde 1999 pela organização sem fins lucrativos Fondation pour l´Université de Lyon, o Biovision contará este ano com palestrantes como o vencedor do Prêmio Nobel de Medicina de 2011 Jules Hoffmann, professor da Universidade de Strasbourg e pesquisador do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS), da França, e de Chris Viehbacher, CEO da Sanofi.

A FAPESP participa do evento pela primeira vez como parceira para apoio na concepção e promoção do Fórum. A FAPESP ajudou a identificar e convidar palestrantes para o evento. O fisiologista Eduardo Moacyr Krieger, professor emérito da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) e vice-presidente da FAPESP, coordenará uma reunião sobre pesquisa na área de ciências da vida no Brasil, da qual participarão também o professor Raul Machado Neto, vice-presidente de Relações Internacionais da USP, e a professora Bernadette Franco, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP.

"A ideia é conhecer, ver as oportunidades e principalmente mostrar o que estamos fazendo no Brasil. Na minha apresentação, procurarei mostrar o que a FAPESP faz, o que ela é, qual é a sua missão e, particularmente, mostrar dados sobre programas nas áreas de ciência da vida, como o BIOTA, o BIOEN e outros", disse Krieger. "Também vamos mostrar que já temos alguns projetos da FAPESP com empresas.

"Entre os doutorandos e pós-doutorandos de todo o mundo que se candidataram para participar do evento, foram escolhidos cinco brasileiros, entre eles a bolsista da FAPESP Lívia Borgheti-Cardoso, da pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da USP.

"Estou muito honrada não só em representar o grupo de pesquisa ao qual pertenço, como também a Universidade de São Paulo e o Brasil nesse evento", disse a pesquisadora ao blog da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP.

O vice-presidente da FAPESP também participará de reuniões paralelas ao evento, com Koji Omi, coordenador do fórum Science and Technology (STS), de Kyoto, e com o reitor da Université de Lyon, o professor Jacques Comby. "Eles têm muito interesse em manter contato com a FAPESP", disse Krieger.

Mais informações sobre o fórum Biovision: www.biovision.org

Fonte: Agência FAPESP