Notícia

Jornal de Piracicaba

FOP se beneficia com doação 2 milhões

Publicado em 01 agosto 2006

Nos últimos três anos, a FOP (Faculdade de Odontologia de Piracicaba) recebeu como doação da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) cerca de R$ 2 milhões, entre projeto de pesquisa, equipamentos e materiais. Esse valor, segundo o diretor da FOP, Thales Rocha de Mattos Filho, é fruto do profissionalismo do corpo docente, dos funcionários, da alta qualidade dos pro gramas de pós-graduação e de uma produção intelectual qualificada. A faculdade conta com um orçamento anual estimado em R$ 30,6 milhões em recursos orçamentário e extra-orçamentárjo. A FOP possui atualmente 75% dos programas de pós-graduação de excelência em odontologia do país. A qualidade das pesquisas pode ser yislumbrada nos diversos trabalhos premia dos nos principais congressos da área odontológica de nível internacional. "Todos os departamentos foram beneficiados com reformas nos últimos três anos atingindo diretamente os discentes, que hoje contam com melhor infra-estrutura e conforto", afirma Mattos Filho. Esse benefício inicia-se nos laboratórios — com equipamentos modernos —, passando pelos anfiteatros com acomodações adequadas e equipamentos de multimídia e sonorização. "Recentemente, a clínica passou por ampla reestruturação, com investimento na infra-estrutura física, técnica e acadêmica", diz o diretor.
Segundo ele, a FOP tem co mo objetivo continuar gerando e difundindo conhecimentos científicos e tecnológicos na área de saúde, dentro de referenciais de excelência no ensino, pesquisa e extensão, à comunidade científica e à sociedade em geral. Também forma profissionais capazes de atuar com competência e de forma crítica na prevenção e solução dos problemas bucais da comunidade. "Isso somente é possível dando oportunidades para a capacitação do corpo docente e funcionários, visando as diferentes for mas de organização institucional", finaliza.

Historia
Em janeiro de 1955, o governo do Estado criou a Faculdade de Farmácia e Odontologia de Piracicaba na qualidade de Instituto Isolado do Conselho Estadual de Ensino Superior. Seu primeiro diretor foi Carlos Henrique Robertson Liberalli. O então Instituto Isolado Estadual foi incorporado à Unicamp (Universidade Esta dual de Campinas), quando ganhou o nome de Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP - Unicamp).
Atualmente, a FOP é uma das mais importantes faculdades de odontologia do país, ocupando lugar de destaque em decorrência de seu empenho no desenvolvimento da pesquisa, de seus cursos de graduação e pós-graduação, por ampliar seus laboratórios e aprimorar-se tecnicamente, proporcionando aos alunos treinamento adequado em suas clínicas integradas e extramuros. Além disso, tem papel importante na formação de profissionais técnicos por meio do curso de técnico de prótese dental.
Paralelamente às atividades acadêmicas, suas clínicas de atendimento odontológico oferecem tratamento à população de Piracicaba e região, sendo também um centro de referência para outros Esta dos do país.