Notícia

A Crítica (AM) online

Floresta Amazônica emite a mesma quantia de dióxido de carbono que absorve

Publicado em 17 agosto 2018

O desmatamento mudou a lógica do fluxo de carbono na Amazônia. Antes, a floresta fazia um “serviço ambiental” importante na redução do aquecimento global, retendo meia tonelada de carbono por hectare, ao ano. Agora, a diferença entre o carbono que é emitido pelo desmate e o que a mata retém é zero. Ou seja, a floresta emite a mesma quantidade de CO2 que absorve. O CO2 (dióxido de carbono) é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa, que leva ao aumento da temperatura terrestre. A constatação foi apresentada, ontem, pelo [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.