Notícia

O Diário (Mogi das Cruzes)

Flor é escolhida para decorar arranjos

Publicado em 08 agosto 2003

A orquídea Chuva de Ouro (Oncidiun flexiosum) é natural da Mata Atlântica, que corta a Região de Mogi das Cruzes. Muito cultivada pelos produtores do Alto Tietê, ela é consumida especialmente como flor complementar, ou seja, é adicionada a buquês ou ramalhetes com a função exclusiva de dar um charme decorativo extra ao conjunto. Nos meses de novembro e dezembro, época da safra, um maço com 10 hastes florais é comercializado por R$ 1,00. Na entressafra, o preço sobe até oito vezes. "O aumento deve-se à queda na produção. Nos demais meses, na Chuva de Ouro, verifica-se apenas a floração esporádica, conhecida como 'temporona'. Descobrir um jeito de fazê-la florescer durante todo o ano vai contribuir para manter o valor mais baixo e, com isso, proporcionar o aumento do consumo", comenta o engenheiro agrônomo Hiroshi Ikuta, professor da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) que está pesquisando um método capaz de estender o ciclo floral da orquídea, fazendo-a ser interessante comercialmente de janeiro a dezembro. A beleza do gênero Oncidium desperta o interesse do mercado internacional, principalmente do continente europeu. Suas hastes longas, que podem chegar a dois metros; suas miúdas e abundantes flores, que, em alguns casos, ultrapassam as 450 unidades por haste; e sua cor amarela que chama a atenção de quem olha já estão alterando o critério comercial da planta. "De flor complementar, a Chuva de Ouro está conquistando o lugar de astro principal", comenta Ikuta. "A Chuva de Ouro será uma ótima opção para se confeccionar buquês quando conseguirmos produzi-la também em maio, tradicionalmente o mês das noivas. Isso para o mercado interno. Mas não podemos esquecer das possibilidades da exportação, afinal as orquídeas de países tropicais são mais vistosas e chamam a atenção das nações mais frias", completa o professor João Lúcio de Azevedo, gestor do Núcleo Integrado de Biotecnologia (NIB), onde está sendo realizada a pesquisa.