Notícia

Gazeta Mercantil

Financiamento para projetos de pesquisa

Publicado em 26 outubro 1995

Por Isabel Versiani - de Brasília
O ministro de Ciência e Tecnologia, José Israel Vargas, afirmou, ontem, que, em novembro próximo, chega ao Brasil a primeira missão do Banco Mundial (Bird) que negociará a liberação de um empréstimo de R$ 600 milhões para o financiamento de projetos de pesquisa. A verba deverá ser liberada no prazo de cinco anos e será gerenciada pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (PADCT) do ministério. Segundo Vargas, os empréstimos externos responderão por cerca de 5% do total de R$ 14 bilhões que deverão ser aplicados em ciência e tecnologia no País nos próximos quatro anos. O ministro fez, ontem, uma palestra na comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática do Congresso, como parte das comemorações dos dez anos do seu ministério, onde traçou um levantamento das principais metas para sua área relacionadas no Plano Plurianual do governo. O ministro anunciou que, até 1999, serão construídos dois satélites de observação de recursos terrestres e três microssatélites científicos. Até o fim do ano que vem o governo também quer preparar o centro de lançamento de Alcântara, no Maranhão, para a operação de satelizadores de médio porte. Para o aprimoramento de recursos humanos, serão concedidas 365 mil bolsas de estudos no País e no exterior, das quais 75.496 no ano que vem. Outra meta de governo é atingir a marca de 1% do total de exportações mundiais de software e produzir no País dois computadores paralelos de alto desempenho. O ministro anunciou, ainda, o lançamento de mais uma linha de financiamento para pesquisa científica. As verbas serão repassadas a grupos de pesquisa que, pelo nível e relevância de seus trabalhos, sejam considerados "núcleos de excelência".