Notícia

Gazeta Mercantil

Fim de Semana

Publicado em 27 abril 2001

O primeiro laboratório de estocagem e distribuição de clones da América Latina já está em funcionamento. Inaugurado na terça-feira, em Jaboticabal, interior de São Paulo, o espaço consumiu um investimento de US$ 240 mil. Estão armazenados no centro de clones todos os genes gerados pelo projeto Genoma-Fapesp ligados à agricultura e meio ambiente: cana-de-açúcar, Xylella fastidiosa, Xanthomonas citri, Xanthomonas campestris e Leifsonia xyli. Não haverá manuseio desses materiais dentro do laboratório. Quando um gene precisar ser estudado ele será coletado por um robô que irá colocar o material de estudo' direto na placa de petri. Segundo o professor Jesus Ferro, coordenador, do espaço, as instituições particulares' receberão um tratamento diferenciado em relação às universidades. Mesmo que a venda do clone seja aprovada, o comprador não terá direito a' conhecer a seqüência de bases daquele material. Seguirão apenas o nome do gene e de sua hemoglobina.