Notícia

Jornal O Imparcial (Araraquara, SP)

Feira de orgânicos nascida a partir de projeto do PPG-DTMA da Uniara completa cinco anos

Publicado em 18 agosto 2021

Por Da redação

A feira “Da Roça para a Mesa”, onde são comercializados produtos orgânicos, nasceu como um projeto do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente – PPG-DTMA da Universidade de Araraquara – Uniara, por meio de seu Núcleo de Pesquisa e Documentação Rural – NUPEDOR/ Núcleo de Estudos e Extensão em Agroecologia - NEEA, e completou cinco anos na última segunda-feira, dia 16 de agosto.

O evento é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal às terças-feiras, das 16h30 às 19h, na praça do Departamento Autônomo de Água e Esgoto - DAAE, na Fonte Luminosa. “Essa feira significa muito para nós. É um saldo positivo de um investimento, fruto de projetos nossos financiados pelo CNPq e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, que mostram as perspectivas de uma maneira de se produzir diferentemente do modelo convencional, que usa agrotóxico e contradiz as perspectivas de uma alimentação saudável”, destaca a coordenadora do PPG-DTMA, Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante.

Ela lembra que a feira “é um desdobramento de um investimento grande em capacitação”. “Por cerca de dois anos, o grupo trabalhou em capacitação dos produtores e ensinou o que são formas diferenciadas de se produzir, e o que é a transição possível para a agroecologia. Depois veio a primeira iniciativa, que foi a feira nas dependências da Uniara e, posteriormente, a sua realização em parceria direta com a Prefeitura na praça do DAAE. Hoje, temos muito orgulho dessa feira que, na verdade, traz um grande retorno tanto para a pós-graduação quanto para a Uniara”, declara. Uma das organizadoras, a pesquisadora e doutora pelo PPG-DTMA, Larissa Sapiensa, acrescenta que a feira é uma construção a partir da constatação da necessidade de um espaço de comercialização de produtos orgânicos. “Para nós, como pesquisadores que buscamos compartilhar e trocar conhecimentos sobre agroecologia, sustentabilidade e valorização da agricultura familiar, a feira é uma alegria”, diz. Ela, juntamente com o professor Henrique Carmona Duval, detalham que a história da feira teve início com a criação do NEEA na Uniara, “cuja proposta é fortalecer a agroecologia na região”.

“Trata-se de parte de um projeto de pesquisa e de extensão universitária que priorizou o mapeamento de produtores rurais e investiu em capacitações, envolvendo docentes, estudantes, agricultores e técnicos”, comentam. A proposta, de acordo com eles, é oferecer um canal para o escoamento da produção de agricultores familiares que querem fazer a transição agroecológica em seus sítios e propriedades, “pois sabemos que a comercialização é um dos principais desafios para quem vive de agricultura”. “Mas a feira traz também muitos benefícios à cidade e à população, que passam a contar com um local onde se encontram produtos sem agrotóxicos a um preço justo.

A feira tem a capacidade de aproximar os produtores dos consumidores, e as pessoas saberem o que estão comendo”, finalizam. Mais informações sobre a feira “Da Roça para a Mesa” podem ser obtidas no endereço www.facebook. com/darocaparaamesa ou pelo telefone (16) 98132-2670.