Notícia

Conexão Tocantins

FAPT realiza reunião com instituições de ensino e órgãos públicos para apresentação de FAPESP

Publicado em 26 outubro 2011

A Fundação de Amparo àPesquisa do Estado do Tocantins – FAPT convidou ostécnicos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP paravirem à Palmas entre o dia 24  eesta quarta-feira, 26 de outubro, a  fim de realizarem workshop com aFAPT, expondo aos funcionários modelo de gestão administrativo-financeira,científica e jurídica da FAPESP.

Na terça-feira, 25, dentro da programação do workshop, foi abertoespaço para encontro com Secretaria estadualda Ciência e Tecnologia, Saúde, Educação, Meio Ambiente, Procuradoria,Mineratins, Agricultura, Fundação de Medicina Tropical além das Instituições deensino ligada a pesquisa - UFT, Unitins, Ulbra, Itpac, Católica e IFTO como objetivo de transmitir conhecimentos e experiências que a Fapesp adquiriu em50 anos que atua na área de Ciência e Pesquisa em São Paulo.   

A presidente da FAPT, AndreaStival, apresentou a fundação, as parcerias que mantém com as Instituiçõesde Ensino, empresas privadas, órgãos públicos e captações de recursos, tudo emprol do crescimento de pesquisas no estado, gerando desenvolvimentotecnológico, científico e social para o Tocantins. “Estamos andando e buscandovoar mais alto com a ajuda da Fapesp, oportunidade que a FAPT está tendo deconhecer e se espelhar nesta fundação, que atua há muitos anos e desenvolvebons resultados em pesquisas para o estado de São Paulo”, explicou AndreaStival.

O diretor financeiro da Fapesp, Renato Breneizer, apresentou a fundação institucionalmente,exibindo dados de desembolso segundo os objetivos de fomento e números de novosprojetos contratados pela Fapesp.  A Procuradora Maria CristinaLeftel apresentou a parte jurídica da fundação, ressaltando que o estado doTocantins só tem a ganhar com a criação da FAPT.

Já o diretor técnico científico da Fapesp, Carlos Pian expôs a constituição da Fapesp, seus programas e ainiciativa do apoio a jovens pesquisadores para instalação de projetos depesquisa em centros emergentes, explicando a importância de fixação de novospesquisadores em seus estados. Pian destacou ainda, aos participantes, anecessidade de se trabalhar com índices de Mestre e Doutores no estado doTocantins, a criação de programas de fomento aos jovens pesquisadores,despertando neles o interesse na ciência. “A criação da FAPT trarádesenvolvimento científico para o estado do Tocantins”, evidenciou o Diretor.

Na manhã e tarde de ontem, 24, os técnicos estiveram presentes comtodos os servidores da FAPT explicando e apresentando modelo de gestão da Fapesp,esclarecendo dúvidas e oportunizando aprendizagem de áreas administrativas,financeiras, jurídicas, científica e de inovação. O encontro segue até amanhã,26 de outubro.

(Ascom FAPT)