Notícia

O Estado de S. Paulo

Fapesp volta a financiar estudo sobre ecstasy

Publicado em 05 julho 2007

A Fapesp (fundação do governo paulista que financia estudos científicos) decidiu continuar financiando um trabalho que distribuía folhetos informativos a consumidores de ecstasy. A entidade havia suspendido as verbas para investigar se o material incentivava o uso da droga. Como forma de reduzir os efeitos negativos, o folheto ensinava os usuários, por exemplo, a tomar metade da dose de ecstasy e esperar os efeitos para depois decidir se toma a outra metade. A Fapesp só decidirá se houve problemas após o fim do trabalho.

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.