Notícia

CM Consultoria

Fapesp vai investir R$ 2,8 milhões em pesquisa na Univap

Publicado em 02 abril 2013

Por Paula Maria Prado

A Fapesp (Fundação Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) deve investir R$ 2,8 milhões na Univap (Universidade do Vale do Paraíba), em São José, em pesquisas científicas.

O anúncio do investimento foi feito ontem por Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor técnico da Fapesp, que visitou a Univap e ministrou uma palestra aos alunos da pós-graduação.

Neste ano, a fundação aprovou um projeto que estudará as camadas da atmosfera durante o ciclo solar. O estudo levará cinco anos para ser concluído.

Os R$ 2,8 milhões irão custear todos os gastos que os pesquisadores terão, como compra de material permanente, transportes, diárias em hotéis, além de bolsas de estudo para pós-doutorado e iniciação científica.

“No ano passado foram R$ 3 milhões investidos. Desde o primeiro projeto aprovado, em 1994, a Fapesp já investiu quase R$ 30 milhões”, afirmou Sandra Costa, diretora do IP&D (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento), da Univap. Segundo ela, as principais áreas com projeto apresentados são exatas, geociências e saúde.

Investimento. Além do valor de cada projeto, a Fapesp costuma garantir um valor para a reserva técnica.

“A fundação alimenta as instituições. No nosso caso, este ano receberemos R$ 260 mil para isso. Esse valor deve ser investido na manutenção da pesquisa institucional. Podemos, por exemplo, fazer laboratórios e comprar livros”, afirmou Sandra.

Índices. Segundo Cruz, o Vale do Paraíba, por ser uma região referencia na área de tecnologia, possui muitos projetos de aeronáutica e espaço.

“A Univap tem um conjunto de projetos importantes na área. Alguns, inclusive, feitos em parceria com o Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais). Ainda há diversos projetos do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial)”, disse.

Segundo ele, a duplicação do ITA tem gerado, inclusive, um aumento na demanda de projetos enviados para aprovação da Fapesp.

“Houve um aumento do número de professores. A Univap também fez essa ampliação há alguns anos e foi muito bem vista pela fundação, uma vez que passou a ser mais uma instituição envolvida com atividade de pesquisa”, afirmou o diretor técnico da Fapesp.

Visita. A palestra ministrada pelo diretor técnico contou com a participação de cerca de 300 pessoas --entre alunos e professores-- e teve como tema “a importância da Fapesp para o desenvolvimento da pesquisa no Estado de São Paulo”.

“A intensidade da pesquisa acadêmica da instituição garante aos estudantes o bom nível de ensino”, afirmou Cruz, que também visitou os laboratórios do IP&D.

SAIBA MAIS

Fapesp

A Fundação de Amparo à Pesquisas do Estado de São Paulo é um órgão que fornece bolsas e auxílios para pesquisas científicas e tecnológicas em todas as áreas do conhecimento

Investimento

Desde 1994, quando a Univap aprovou o primeiro projeto na Fapesp, a fundação investiu cerca de R$ 30 milhões na universidade

2013

Neste ano, o órgão aprovou na Univap um projeto que custará R$ 2,8 milhões e deverá ser realizado em parceria com pesquisadores do Inpe, a Universidade Federal de Goiás/Jataí e a Universidade Luterana do Brasil/Palmas. Haverá ainda a colaboração de universidades americanas e russas

São José dos Campos

Fonte: O Vale - São José dos Campos/SP