Notícia

IDG Now!

Fapesp terá patrocínio da iniciativa privada

Publicado em 10 março 2005

Em abril, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) recebe a primeira verba da iniciativa privada destinada ao patrocínio de seis bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado na área de Tecnologia da Informação.
Conforme explica Luis Fernando Lopez, coordenador da área de tecnologia da Infomação da Fapesp e professor da faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), a iniciativa da empresa Akamai, especializada em distribuição de conteúdo na internet, tem como objetivo incentivar a formação na área de TI.
"A Akamai não visa um retorno imediato com o patrocício, mas incentivar a formação tecnológica de estudantes no País. E é a primeira vez que uma empresa privada propõe um investimento nestes moldes", conta Lopez.
Criada em 1962, a Fapesp oferece bolsas e auxílios para a pesquisa tecnológica e científica no Estado de São Paulo. Para tanto, 1% da arrecadação de impostos do Estado é destinada à Fundação, excluindo o volume remetido às prefeituras.
No ano passado, a Fapesp recebeu cerca de 350 milhões de reais para o incentivo a projetos de pesquisa científica e tecnológica e gerou 10 mil bolsas - mais de 90% destinadas a estudantes de universidades públicas.
O valor total do patrocínio não foi detalhado. Na Iniciação Científica, destinada a graduandos, o aluno recebe 330 reais mensais da Fapesp. A bolsa de Doutrado contempla um auxílio de 970 reais mensais no primeiro ano e de 1.030 mensais no segundo ano. Já o Mestrado envolve um auxílio mensal de 1.430 reais no primeiro ano e de 1.770 reais nos outros anos.
Para saber mais sobre os programas de auxílio da Fapesp, bem como saber os requisitos para solicitação de bolsas clique aqui.