Notícia

JC e-mail

Fapesp tem desembolso histórico

Publicado em 10 dezembro 2007

Fapesp lança Relatório de Atividades 2006, que destaca o maior desembolso para o fomento à pesquisa científica e tecnológica na história da instituição: R$ 521 milhões. Expansão foi de mais de 8% em relação a 2005


O Relatório de Atividades 2006 da Fapesp registra o maior desembolso para o fomento à pesquisa científica e tecnológica na história da Fundação. Em 2006 foram investidos R$ 521 milhões, superando em 8,33% o desembolso de 2005.

Segundo o documento que acaba de ser lançado, o destaque da expansão foram as bolsas e auxílios regulares, que receberam 16,5% e 13% a mais do que no ano anterior, respectivamente. O aumento no desembolso total se sobrepôs a uma expansão de 22,3% verificada em 2005, em relação a 2004.

O número de novos projetos concedidos aumentou 23,3%, também com destaque para a expansão no número de bolsas e de auxílios regulares concedidos (26,7% e 27,1%, respectivamente). Em fevereiro de 2006 foi aprovada uma proposta de ampliação do número anual de concessões de bolsas regulares.

De acordo com o relatório, a expansão do apoio a pesquisa por parte da Fapesp reflete a solidez da instituição e a estabilidade macroeconômica, que permitiu um crescimento de 11,45% nas transferências do Tesouro Estadual em relação a 2005, totalizando R$ 463 milhões. As transferências representam cerca de 75% da receita da Fundação.

Outro destaques foram os valores significativos destinados aos programas Pesquisa Inovativa na Pequena e Micro Empresa — Pipe (R$ 24,5 milhões), Equipamentos Multiusuários (R$ 23,6 milhões), Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão — Cepid (R$ 22,3 milhões) e Apoio a Jovens Pesquisadores (R$ 19,4 milhões).

Segundo o relatório, tais valores refletem as muitas vertentes da preocupação e atuação da Fundação: infra-estrutura de pesquisa, com a garantia aos laboratórios da disponibilização de equipamentos de ponta; formação de novas lideranças científicas em centros emergentes; pesquisa tecnológica; e fortalecimento de centros de excelência para a realização de pesquisa em nível internacional para o avanço do conhecimento e sua aplicação em diversas áreas.

O relatório ressalta o desenvolvimento do sistema de informatização de atividades da Fapesp, por meio do Sistema de Apoio à Gestão (SAGe). No início do exercício, todas as etapas de análise e avaliação, que vão da apresentação da proposta ao despacho final, estavam implantadas.

A partir do segundo semestre, tiveram início os trabalhos de desenvolvimento do sistema para atendimento das etapas administrativas posteriores à aprovação das solicitações.

Como ocorre desde 2003, o Relatório de Atividades 2006 publica dados de valores referentes ao desembolso feito pela Fundação, não contemplando os referentes às concessões ou investimentos, que são os recursos aprovados e comprometidos para dispêndios em vários anos, isto é, pelo tempo de vigência de cada proposta de pesquisa concedida pela Fundação.

No relatório, a Fapesp homenageia o artista plástico Aldo Bonadei (1906-1974), cujos trabalhos ilustram a publicação. Um caderno especial reúne uma amostra da pintura de Bonadei, marcada pela pesquisa de materiais, de meios de expressão e das tendências estéticas de sua época.

A seleção das obras de Aldo Bonadei que ilustram o relatório foi feita por Lisbeth Rebollo Gonçalves, diretora do Museu de Arte Contemporânea (MAC) da Universidade de São Paulo (USP), estudiosa do pintor e curadora da exposição Bonadei Percursos Estéticos, mostra do centenário de nascimento do artista realizada em 2006 no Museu de Arte Contemporânea da USP.

O Relatório de Atividades 2006 pode ser lido na seção de publicações no site da Fapesp, no endereço http://www.fapesp.br/publicacoes/relat2006.pdf

(Agência Fapesp, 10/12)