Notícia

Agência C&T (MCTI)

Fapesp recebe proposta para financiar pesquisas em TI e comunicações

Publicado em 08 janeiro 2008

A entidade poderá apoiar, nas solicitações aprovadas, o intercâmbio de pesquisadores dos países envolvidos, com até 5 mil euros por ano por projeto selecionado.

A Fapesp abriu chamada de propostas para cooperação científica entre as instituições participantes do Programa Regional de Ciência e Tecnologia da Informação e da Comunicação para a América do Sul (STIC-Amsud), uma iniciativa da França em parceria com Argentina, Brasil, Chile, Peru e Uruguai para incentivar a colaboração em pesquisa e desenvolvimento em computação e tecnologias da informação e comunicação.

Entre os objetivos da chamada estão desenvolver instrumentos que facilitem o intercâmbio de pesquisadores e o compartilhamento de resultados de pesquisa e favorecer sinergias com outros programas regionais e multilaterais na área, em particular os da Comissão Européia.

Podem participar da chamada pesquisadores responsáveis por Auxílios a Pesquisa da Linha Regular, Projetos Temáticos, Apoio a Jovens Pesquisadores ou por Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) financiados pela Fapesp.

A Fapesp poderá apoiar, nas solicitações aprovadas, o intercâmbio de pesquisadores dos países envolvidos, com até 5 mil euros por ano por projeto selecionado. Os recursos deverão ser usados necessariamente com despesas de mobilidade (passagem e diárias para o pesquisador do Estado de São Paulo ir ao país da instituição parceira).

A chamada está aberta a todos os temas relevantes no âmbito das tecnologias da informação e da comunicação. As propostas devem ser apresentadas à Fapesp até o dia 15 de maio de 2008, por pesquisadores do Estado de São Paulo. Devem estar associadas a, no mínimo, uma equipe francesa e uma sul-americana, além da equipe paulista. As propostas deverão estar na forma de uma solicitação de aditivo a projeto em andamento.

Outros destaques do COMPUTERWORLD:

Aparelhos de celular 3G serão maioria no mercado em 5 anos

Brasil Telecom entregará propostas para 3G, mas esconde regiões

Claro terá celular de graça também na 3ª geração

Preço de 3G ficou acima do esperado, mas TIM espera redução de impostos

Cada projeto deverá ter a duração de no máximo dois anos e sua vigência não poderá exceder a vigência do projeto de pesquisa ao qual o aditivo se vincula. O site da Fapesp contém mais informações sobre o programa.