Notícia

Jornal da Unesp online

Fapesp promove workshop sobre fotossíntese da cana

Publicado em 17 fevereiro 2009

Na próxima quarta-feira (18/02), a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) promove o workshop “Bioen/PPP Etanol na Fotossíntese da Cana-de-Açúcar”. O evento é parte das atividades do Programa de Pesquisa em Bioenergia da Instituição, do qual a Unesp participa com o projeto “Produção de Etanol a Partir do Bagaço de Cana: Tratamentos Enzimáticos, Ensaios Microbiológicos para Avaliação da Toxidez e Tolerância das Leveduras a Elevações de Temperatura e Acidez do Processo”, coordenado pela docente Cecília Laluce, do Instituto de Química, câmpus de Araraquara.

Entre os pesquisadores convidados estão Fikret Mamedov e Stenbjörn Styring, da Universidade Uppsala, da Suécia. Em suas apresentações, eles irão abordar mecanismos de obtenção de energia por meio de fotossíntese natural e artificial. Marcos Buckeridge, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB/USP), vai tratar das respostas fotossintéticas da cana-de-açúcar em condições de mudanças climáticas, quando aumenta a concentração de CO2 na atmosfera. Antonio Augusto Franco Garcia, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), coordenará uma mesa redonda sobre pesquisa básica sobre fotossíntese. As palestras serão em inglês, com tradução simultânea.

O workshop será aberto pelos professores Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP; Luís Cortez, coordenador do projeto “Diretrizes de Políticas Públicas para a Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo”, que integra o Programa de Pesquisa em Políticas Públicas (PPP) da Fapesp; e Gláucia de Souza, pesquisadora do Instituto de Química da USP e membro da coordenação do Bioen.

Programa Bioen - O Programa Fapesp de Pesquisa em Bioenergia (Bioen) apóia pesquisa básica e aplicada sobre biocombustíveis com o objetivo de promover o avanço do conhecimento fundamental para produção sustentável e aplicações em áreas relacionadas à produção de bioenergia no Brasil. A iniciativa conta com investimentos iniciais de R$ 73 milhões em diferentes esforços para pesquisa em instituições acadêmicas ou em associação entre universidades e empresas.

Lançado em julho de 2008, atualmente financia projetos em três linhas de pesquisa: produção de biomassa para bioenergia, processos de fabricação de biocombustíveis e pesquisas sobre impactos socioeconômicos, ambientais e de uso da terra.

Informações:

Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo)

Rua Pio XI, 1.500, Alto da Lapa - São Paulo (SP)

Data: 18/2/2009, das 9 às 12h30

Assessoria de Comunicação da Fapesp