Notícia

DCI online

Fapesp oferece recursos para pesquisa em pequenas empresas paulistas

Publicado em 15 setembro 2016

Por Arthur Henrique

SÃO PAULO - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) anunciou chamada de propostas para o 4º ciclo de análise de 2016 do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe). O programa oferece recursos para a execução de pesquisas científicas e tecnológicas em pequenas empresas.

Criado em 1997, o Pipe ocorre cerca de quatro vezes ao ano e já apoiou mais de 1.500 projetos em mais de 1.200 empresas no Estado de São Paulo. Nesta chamada, a fundação reservou até R$ 15 milhões às propostas consideradas meritórias.

As propostas de financiamento devem apresentar projetos de pesquisa, de quaisquer áreas de conhecimento, que possam ser desenvolvidos em duas etapas. Na primeira fase, devem ser mostradas pesquisas expondo a viabilidade tecnológica do produto ou processo, com duração máxima de nove meses e recursos de até R$ 200 mil.

Em um segundo momento, as empresas terão que mostrar pesquisas para o desenvolvimento do produto ou processo, com duração máxima de dois anos e recursos de até R$ 1 milhão. Caso os proponentes já tenham realizado atividades tecnológicas demonstrando a viabilidade do projeto, poderão se submeter diretamente à segunda fase.

Para participar, os pesquisadores devem estar vinculados a empresas com até 250 empregados, com unidade de pesquisa e desenvolvimento em São Paulo. A empresa não precisa estar formalmente constituída na proposta, mas deve ser formalizada após a aprovação da proposta. Outras normas estão disponíveis em fapesp.br/pipe/normas.

A Fapesp divulgará o resultado enviando a cada proponente os pareceres técnicos dos avaliadores. Caso não seja aprovado, o projeto poderá ser melhorado com a correção das falhas apontadas - assim, poderá ser submetido a uma nova solicitação em um próximo edital.

O programa já apoiou empresas como a Altave, especializada no desenvolvimento de aeróstatos (veículos que se elevam e se mantêm no ar, como os balões e dirigíveis). Em sua participação em 2013, propôs criar câmeras e equipamentos de comunicação embarcados em balões para apoio à segurança dos Jogos Olímpicos 2016.

A chamada atual está publicada em www.fapesp.br/pipe/chamada-4-2016. O prazo final para submissão de projetos termina em 31 de outubro e a previsão para a divulgação do resultado é março de 2017.

Os interessados também podem participar do Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa, evento programado para 30 de setembro e que tem como objetivo tirar dúvidas sobre o programa.