Notícia

Vida Universitária (Blog)

FAPESP lança oportunidade para colaboração internacional em química com a National Science Foundation

Publicado em 12 setembro 2011

A FAPESP participa pela primeira vez da Colaborações Internacionais em Química (International Collaborations in Chemistry, ICC) da Divisão de Química da National Science Foundation (NSF/CHE).

O objetivo da parceria é estimular projetos inovadores de pesquisa conduzidos em cooperação entre pesquisadores dos Estados Unidos e do Estado de São Paulo na área de Química.

Cada proposta deverá ser conjunta e conter dois pesquisadores principais, um de instituição de ensino superior ou pesquisa no Estado de São Paulo e outro nos Estados Unidos.

As propostas deverão ser submetidas em duas etapas: uma preliminar pelo pesquisador nos Estados Unidos à NSF/CHE e, caso essa seja aprovada, uma proposta completa para envio tanto à NSF/CHE como à FAPESP.

A proposta preliminar será recebida até o dia 4 de novembro de 2011. Mais informações sobre a submissão estão no site da NSF na página: www.nsf.gov/funding/pgm_summ.jsp?pims_id=13627. A proposta completa tem como prazo de recebimento 11 de janeiro de 2012.

Os pesquisadores no Estado de São Paulo que queiram participar da chamada precisam ser pesquisadores principais em projetos em andamento em uma das modalidades: Auxílio à Pesquisa - Regular; Auxílio à Pesquisa - Projeto Temático (pesquisador responsável ou principal); Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes; ou Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (responsável ou principal).

A chamada está aberta para todas as áreas de Química Fndamental, com ênfase em "Química Sustentável", incuindo os temas: Síntese Química; Catálise Química; Teoria, Modelos e Métodos Computacionais; Medições Químicas e Imagens; Estrutura, Dinâmica e Mecanismos Químicos, Química Macromolecular, Supramolecular e Nanoquímica, Química Ambiental; ou Química dos Processos Vitais. Mais detalhes em www.nsf.gov/div/index.jsp?div=CHE.

As propostas de pesquisa selecionadas poderão ser desenvolvidas em até três anos.

Mais informações no texto completo da chamada em: www.fapesp.br/6564

Via FAPESP