Notícia

Canal Executivo Blog

Fapesp lança nova modalidade de bolsa para estágio no exterior

Publicado em 04 outubro 2011

Uma nova modalidade de bolsa vai permitir que estudantes e pesquisadores de São Paulo possam participar de estágios de curta duração em universidades e centros de pesquisa de diferentes países. Concedida pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, a Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) tem por objetivo facilitar aos bolsistas da Fundação a realização de estágios de pesquisa de curta e média duração no exterior, em Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto e Pós-Doutorado.

A duração da nova modalidade de bolsa é variável, entre um e 12 meses, de acordo com o tipo de bolsa regular da FAPESP usufruída pelo candidato. Com isso, a Fundação passa a apoiar a realização de estágios que facilitem o intercâmbio dos pesquisadores em formação com grupos de pesquisa de outros países, o que contribui para o desenvolvimento da pesquisa do bolsista também no Brasil. O estágio de pesquisa no exterior é parte integrante dos programas de bolsa de pesquisa regular no país, e não pode ser solicitado separadamente.

Para a concessão da BEPE, o candidato deverá obter da instituição no exterior a concordância formal com seu projeto de pesquisa e sua aceitação para estágio. Já a instituição escolhida deverá ter liderança internacional na área em que o bolsista realizará o estágio de pesquisa. O período da BEPE não será descontado da duração da bolsa no país, que será interrompida para o desenvolvimento do estágio no exterior e, no retorno do bolsista, será reativada pelo período integral restante da concessão.

Os valores das mensalidades da BEPE são: US$ 1.100 em Iniciação Científica; US$ 1.300 em Mestrado; US$ 1.600 em Doutorado ou Doutorado Direto; e US$ 2.800 (mais R$ 5.333,40) em Pós-Doutorado. A esses valores somam-se Reserva Técnica, auxílio instalação (para bolsas com duração de três meses ou mais) e seguro-saúde.

No curso do contato regular que a Fundação mantém com a comunidade científica, no intuito de identificar suas demandas e avaliar os efeitos das políticas de fomento que aplica, tornou-se clara a necessidade de adoção de novas modalidades de apoio à realização de estágios de pesquisa no exterior para pesquisadores em formação e para aqueles desenvolvendo pesquisas de pós-doutoramento.

Nas solicitações de bolsas no país, a FAPESP passará a incentivar a apresentação de propostas que contemplem, durante sua vigência, um estágio de pesquisa no exterior. A previsão de estágio de pesquisa no exterior, que deve integrar o projeto de pesquisa apresentado na proposta de Bolsa Regular no País, será considerada quesito positivo no processo de análise de mérito da solicitação da bolsa.

Serviço:

Mais informações podem ser obtidas no endereço www.fapesp.br/bolsas/bepe