Notícia

Casa Civil (SP)

FAPESP lança Centro Brasileiro para o Desenvolvimento da Primeira Infância

Publicado em 05 fevereiro 2021

A FAPESP lançou o Centro Brasileiro para o Desenvolvimento na Primeira Infância (CPAPI), em parceria com a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e com sede no Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), em São Paulo.

O CPAPI – que irá operar nos mesmos moldes dos dez Centros de Pesquisa em Engenharia/Centros de Pesquisa Aplicada (CPE/CPA) já implantados pela FAPESP em parceria com empresas – terá como missão realizar pesquisa na área de mensuração do desenvolvimento da primeira infância (DPI), integrar dados de DPI registrados por diferentes fontes, organizar cursos e oficinas de e-learning para profissionais do setor público, estudantes do ensino médio ao doutorado sobre o impacto do DPI na evolução para a adolescência e vida adulta. Para tanto, contará, por um período de até dez anos, com recursos da ordem de R$ 16 milhões aportados pelos três parceiros.

O Centro também irá coletar medidas biológicas, como padrão de sono, redes neurais funcionais, escores de risco poligênico e marcadores epigenéticos para examinar sua correlação com as medidas da Caderneta de Saúde da Criança e a evolução ao longo da vida.

Adicionalmente, serão implementadas intervenções complementares para melhorar as habilidades de pais e profissionais de diferentes setores que estão próximos das famílias, desde o pré-natal até os 6 anos de idade.

IMPACTO NOS ODS

O Centro Brasileiro para o Desenvolvimento na Primeira Infância impacta diretamente o ODS 3 – Saúde e Bem-estar, pois a atenção à Primeira Infância é capaz de respaldar diretamente o alcance das metas relativas à redução das mortalidades materna, neonatal e de crianças menores de 5 anos, bem como o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva.

No ODS 4 – Educação de Qualidade, existe uma meta diretamente voltada para a Primeira Infância, a meta 4.1 que visa garantir que todos os meninos e meninas tenham acesso a um desenvolvimento de qualidade na primeira infância, cuidados e educação pré-escolar, de modo que estejam prontos para o ensino primário

O ODS 17 – Parcerias e Meios de Implementação também é um ODS que sofre impacto na meta 17.17 a fim de incentivar e promover parcerias públicas, público-privadas e com a sociedade civil eficazes.

A Agenda 2030 da ONU indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS e 169 metas, para “não deixar ninguém para trás”. No Estado de São Paulo, os ODS são lei. O Plano Plurianual estadual PPA 2020-2030 é totalmente articulado com a Agenda da ONU.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.